Copa América

Vale taça

No Maracanã. Brasil tenta confirmar favoritismo contra o Peru na grande final

07 de Julho de 2019 - 11h02 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esporte@diariopopular.com.br 

Casemiro é um dos líderes da Seleção. (Foto: Lucas Figueiredo - CBF)

Casemiro é um dos líderes da Seleção. (Foto: Lucas Figueiredo - CBF)

A Copa América 2019 será decidida em um verdadeiro Davi contra Golias. De um lado o Brasil, pentacampeão mundial e dono de oito títulos sul-americanos. Do outro o Peru, apenas duas vezes campeão continental e que nunca passou das quartas de final em uma Copa do Mundo. Este retrospecto, porém, só vale até as 17h de domingo (7). A partir daí, a decisão ficará nos pés dos 22 jogadores que estarão em campo no lendário Maracanã.

Dono da casa e favorito ao título, o Brasil chegou à decisão com autoridade. A vitória por 2 a 0 sobre a Argentina, na semifinal, serviu para elevar o moral de uma equipe que ainda não sofreu gols na Copa América. Outro fator que anima os brasileiros é o retrospecto contra o Peru. As duas equipes se enfrentaram na última rodada da primeira fase e a Seleção canarinho fez 5 a 0. O zagueiro Marquinhos, porém, espera um jogo totalmente diferente no domingo.

"No futebol as coisas são muito rápidas. Nós vamos enfrentar o Peru numa situação completamente diferente. Temos que jogar usando todos os fatores que nos favorecem. Estamos em casa, do lado da nossa torcida. Tivemos um início de jogo difícil com eles lá em São Paulo, quando saíram os gols, o jogo acabou clareando um pouco mais para nós. Será um outro jogo. Não será fácil. Vamos trabalhar forte para entrarmos bem e fazermos o nosso jogo", analisou o defensor do PSG.

Um dos líderes do elenco, o volante Casemiro acumula diversas conquistas pelo Real Madrid - entre elas quatro títulos da Champions League. Indo para sua primeira decisão pela Seleção Brasileira, o jogador dá a receita para a equipe deixar o Maracanã com o título da Copa América.

"Já joguei outras finais. Creio que com o Brasil é a primeira. Final não se joga, final se ganha. E estamos trabalhando para ganhar, mas com muito respeito ao rival. Tem que ter a consciência de querer vencer, não importa como seja. Não importa que seja goleada ou 1 a 0. Sempre com muita cabeça, tranquilidade não precisa querer dar espetáculo, não fazer outras coisas. Tem que saber jogar e querer vencer. É o jogo mais importante da competição. Tem que ir concentrado, focado, se for 1 a 0 já me vale", destacou Casemiro.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados