Futebol

União Frederiquense é campeão da Segundona

Leão da Colina goleou o Guarany e levantou a taça que leva o nome do jornalista Sérgio Cabral

28 de Novembro de 2021 - 20h54 Corrigir A + A -
Equipe de Frederico  Westphalen aplicou 5 a 0 no Alvirrubro (Foto: Matheus Pé/FGF)

Equipe de Frederico Westphalen aplicou 5 a 0 no Alvirrubro (Foto: Matheus Pé/FGF)

O União Frederiquense venceu o Guarany de Bagé por 5 a 0, ontem, na Arena União, e conquistou pela primeira vez na história o título da Divisão de Acesso. O Leão da Colina e o Alvirrubro já tinham garantido a vaga para o Gauchão de 2022. A taça da competição leva o nome do jornalista Sérgio Cabral, eterno amigo e colega do Diário Popular.

O União Frederiquense agora passa a focar nas obras do estádio e na montagem do elenco para disputar o Gauchão. A estreia já está marcada: será no dia 26 de janeiro contra o Novo Hamburgo, em casa. A diretoria já garantiu a renovação para a próxima temporada do técnico Daniel Franco.

Já o Guarany, que voltará a disputar a primeira divisão depois de 13 anos, inicia hoje mesmo uma reforma no gramado do Estrela D’Alva, alvo de muitas críticas durante a competição. O técnico Badico ainda não renovou com a equipe, deixando um suspense no ar se seguirá ou não no comando do Índio. O Alvirrubro estreia no Gauchão contra o São José, no dia 26 de janeiro, em Porto Alegre.

O jogo
Desde os primeiros minutos, o União Frederiquense deixou claro que queria resolver o confronto cedo. Aos 15, saiu o primeiro gol. Copetti tentou salvar o chute de fora da área de Marquinhos. No rebote, Eliomar ficou com o gol vazio para ir às redes: 1 a 0.

O União aproveitou o apoio da torcida e ampliou aos 20 minutos, em grande estilo. Tony Jr. invadiu a área, cortou o zagueiro e chutou no ângulo. Dois minutos depois, mais um gol. Joãozinho entrou cara a cara com Copetti e deslocou o goleiro com categoria. Aos 39, surgiu a goleada. E mais uma vez em um belo gol de Tony Jr, que entrou na área, girou sobre o zagueiro e soltou a bomba para anotar o 4 a 0.

O Guarany não desistiu, apesar do placar adverso. A principal esperança de gols do Alvirrubro estava depositada nas cobranças de falta. Mas em três dessas oportunidades o goleiro Luis Cetin fez grandes defesas e garantiu o resultado elástico a favor dos donos da casa no primeiro tempo.

Na etapa final, mesmo com larga vantagem, o União seguiu em busca de gols. Aos oito minutos, Gabriel fez belo passe para Tony Jr., que bateu forte e marcou o seu terceiro na decisão e definiu o 5 a 0 no placar.
Além da goleada na final, o União perdeu apenas um de seus 20 jogos, que foi a derrota na estreia, para o Veranópolis. Depois disso, sustentou uma campanha de 19 jogos de invencibilidade, com o melhor ataque e a melhor defesa.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados