Série B

Última avaliação

Brasil encerra a temporada 2019 às 19h contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas

26 de Novembro de 2019 - 11h53 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Jatobá irá substituir Person que está suspenso (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Jatobá irá substituir Person que está suspenso (Foto: Carlos Queiroz - DP)

A partida contra a Ponte Preta, às 19h, no Moisés Lucarelli, pela última rodada, em termos de tabela de classificação pode significar terminar em 11º a quarta participação xavante na Série B. Então, o resultado é o que menos importa quando a bola rolar. O jogo em si vale mais para uma última avaliação dos jogadores por parte da comissão técnica e da direção visando 2020. De quebra, tentar deixar uma imagem diferente dos últimos cinco jogos sem vencer na competição nacional.

Dos 11 jogadores que devem iniciar o confronto desta noite, apenas três têm contrato com o rubro-negro para a próxima temporada. São eles, Ednei, Ari Moura e Guilherme Queiroz. Outros, como Carlos Eduardo, Bruno Aguiar e Leandro Leite, só não permanecem para o ano que vem se não quiserem. Os três são desejo da direção rubro-negra. Para o restante da equipe, ainda há dúvidas. Formiga tem a confiança da comissão técnica, assim como Juba. Murilo Rangel deve ir para o interior de São Paulo. Já para Nirley e Carlos Jatobá pode significar a última chance para buscar uma renovação com o Brasil.

Para a torcida, vale a despedida de uma temporada sofrida. Representada inclusive pelos últimos cinco jogos sem vitórias. Apesar de o Xavante ter oscilado durante todo o ano, o clube encerra a temporada com saldos positivos, como a permanência na Série B sem sustos e a vitória no clássico Bra-Pel que garantiu o clube no Gauchão 2020.

Reforços
Em meio ao último jogo da temporada, a direção xavante tem buscado reforços. O volante Elyeser, de 29 anos, ex-Caxias e que estava no Coritiba neste ano emprestado pelo Goiás, tem pré-contrato assinado com o rubro-negro. O volante Itaqui, com passagem pelo clube, o atacante Jarro, ex-Lobo, o centroavante Wesley, revelado pelo Grêmio, e o lateral direito Maicon, ex-São Luiz, são outros nomes que interessam.

Material
O Xavante caminha firme para ter a própria marca de material esportivo. O rubro-negro deve elaborar o material junto à fabricante Spieler Sports, de Joinville. A empresa fornece o uniforme de diversas equipes da Região Sul do Brasil. Entre eles, o Paraná, o Joinville e o Marcílio Dias. O tricolor paranaense e a Spieler criaram a marca "Valente". Já a do JEC chama-se Octo.

Ficha técnica
Ponte Preta; Ivan; Matheus Alexandre, Reginaldo, Léo e Henrique Trevisan; Camilo, Lucas Mineiro, Araos
Renato Cajá, Bill e Roger; Técnico: Gilson Kleina

Brasil; Carlos Eduardo; Ednei, Bruno Aguiar, Nirley e Formiga; Leandro Leite, Jatobá, Ari, Juba
 e Murilo Rangel; Guilherme Queiroz. Técnico: Bolívar

Árbitro: Charly Wendy Straub Deretti

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados