Novidade

Substituição no projeto

Após desistência da rede de hotéis Laghetto por conta da pandemia, Pelotas fecha contrato com construtora para projeto imobiliário na Boca do Lobo

24 de Novembro de 2020 - 18h19 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Ideia é acelerar a liberação junto aos órgãos públicos da maneira mais rápida possível (Foto: Tales Leal/ECP)

Ideia é acelerar a liberação junto aos órgãos públicos da maneira mais rápida possível (Foto: Tales Leal/ECP)

O Pelotas e a rede de hotéis Laghetto romperam o contrato firmado na remodelação da Boca do Lobo. A empresa desistiu do negócio por causa da pandemia. Assim, o presidente Gilmar Schneider e a direção áureo-cerúlea optaram por buscar um novo parceiro. Nesta terça-feira (24), o Lobo e a Veja Engenharia firmaram um contrato para a construção de um novo empreendimento na quadra da avenida Bento Gonçalves. O residencial contará com torres de apartamentos de dez pavimentos, além de uma área voltada para o apelo comercial da região que será explorada pelo clube.

O presidente Gilmar Schneider celebrou a assinatura. "A pandemia foi muito dura para o ramo hoteleiro. Por esse motivo, a rede de hotéis comunicou que não poderia dar continuidade ao projeto apresentado. Em conversa entre a Veja e o clube, surgiu uma oportunidade de o projeto sair do papel. Agora estamos modernizando o espaço do Pelotas e teremos uma área térrea muito nobre para atuais e futuras locações. Foi um trabalho incansável de toda a minha diretoria e do Conselho. Quero agradecer a todos e estamos muito felizes com esse dia histórico", destacou.

O projeto também foi visto com bons olhos pelo Conselho Deliberativo áureo-cerúleo: "O Pelotas tem um grupo de conselheiros que dá respaldo e que merece. Temos uma diretoria séria, incansável e que tem visão e paixão, como todos nós torcedores. A grandeza da Veja e do Pelotas engrandece o empreendimento. É hora de juntar o que é bom. E quando se junta o que é bom e se trabalha bem, o resultado vem", comemorou o presidente do Conselho Deliberativo, Moacir Elias.

Pelo lado da Veja, o diretor Sérgio Ferreira, que esteve presente na assinatura do contrato nesta terça na Boca do Lobo, valorizou a parceria.

"É um empreendimento que irá oferecer uma boa alternativa de mercado para as pessoas aqui em Pelotas. É um momento de muita satisfação para a gente fazer parte desse projeto. Foi uma caminhada longa. Esperamos, em pouco tempo, anunciar a parte de comercialização e dar conhecimento com mais detalhes", salientou.

A ideia da direção do Lobo e da empresa é acelerar a liberação junto aos órgãos públicos da maneira mais rápida possível, para nos próximos meses lançar o empreendimento e iniciar a comercialização dos apartamentos.

"Assinando os contratos para que a gente entre com os estudos nos órgãos públicos, para a aprovação em prazo curto e planejamento para lançamento e início de obras. Será um novo momento para o Pelotas, eu tenho certeza disso", afirmou Schneider.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados