Série B

Só falta a matemática

Vitória sobre o Coritiba no Bento Freitas pode confirmar o Brasil matematicamente na Série B do ano que vem

12 de Novembro de 2019 - 11h49 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esporte@diariopopular.com.br 

Queiroz espera jogo difícil na Baixada. (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Queiroz espera jogo difícil na Baixada. (Foto: Carlos Queiroz - DP)

A permanência na Série B do Campeonato Brasileiro ainda é uma questão matemática para o Grêmio Esportivo Brasil. Mas tudo pode ser definido nesta terça-feira (12), quando o rubro-negro encara o Coritiba, a partir das 19h15min, no estádio Bento Freitas.

O Xavante chega à 35ª rodada da competição no 12º lugar, com 43 pontos. Para garantir a participação na Segunda Divisão nacional do ano que vem ainda nesta noite, a equipe precisa vencer o Coxa e ainda torcer por tropeços de Londrina ou Figueirense - que atuam fora de casa contra Criciúma e Ponte Preta, respectivamente. Em caso de empate, o Brasil torce por uma derrota do Figueirense para a Ponte Preta e que o Vila Nova não vença o Guarani amanhã, em Goiânia.

O Coritiba, por sua vez, ainda está na luta pelo acesso para a Série A. Apesar da dificuldade, o centroavante Guilherme Queiroz garante que o rubro-negro vai a campo em busca de mais três pontos na tabela. "Vai ser um jogo difícil, a gente sabe da qualidade do time do Coritiba. Estamos focados, vamos impor o nosso ritmo dentro de campo. Eles vão vir querendo a vitória, mas a gente também não vai esperar atrás. Sabemos da nossa qualidade e, se tivermos a oportunidade, vamos com certeza conquistar o nosso objetivo, que é manter o Brasil na Série B", disse o jogador, em entrevista coletiva concedida na Sala de Imprensa do Bento Freitas.

Assim como ocorreu na véspera da partida com o Oeste, no sábado, o elenco rubro-negro optou por não concentrar na noite anterior ao jogo, como forma de protesto pelos dois meses de salários atrasados. Contudo, Queiroz garante que isso não vai afetar o rendimento dos atletas na partida. "Mudar acho que não muda. A gente é um grupo muito fechado, que sabe da importância do jogo. Conversamos antes de não concentrar e falamos que esse jogo é importante, que precisamos fazer logo esses pontos para ter a permanência na Série B. Concentrando ou não, temos muitos profissionais aqui, não tem mais moleque. Acho que, independentemente de qualquer coisa, temos que vir a campo e mostrar o nosso melhor sempre", finalizou.

Com mudanças
A principal novidade para o confronto estará no banco de reservas. Com o técnico Bolívar suspenso pelo terceiro cartão amarelo, quem vai comandar a equipe hoje à noite será o auxiliar técnico Patrício. No final da tarde de ontem, Bolívar orientou um trabalho de bola parada com Murilo Rangel e Pereira no time titular. O primeiro trabalhou na vaga de Ari Moura, que ficou fora devido a um problema muscular. Pereira, por sua vez, atuou na vaga de Diogo Oliveira.

Coritiba desfalcado
Como o Coxa ainda está na briga pelo acesso, o técnico Jorginho fará ao menos três alterações para encarar o Brasil nesta noite. O lateral direito Diogo Mateus foi expulso na rodada passada e será substituído por Felipe Mattioni, que já entrou contra o Figueira. O meia Giovanni e o centroavante Rodrigão, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, também ficam fora. Serginho e Thiago Lopes são os candidatos à vaga no meio-campo, enquanto Igor Jesus será o atacante.

Ficha técnica:
Brasil - Carlos Eduardo; Ednei, Bruno Aguiar, Heverton e Willian Formiga; Leandro Leite, Eduardo Person, Pereira, Juba e Murilo Rangel; Guilherme Queiroz. Técnico: Bolívar.
Coritiba - Alex Muralha; Felipe Mattioni, Nathan Ribeiro, Sabino e William Matheus; Matheus Salles, Serginho (Thiago Lopes), Juan Alano, Kelvin e Robson; Igor Jesus. Técnico: Jorginho.
Árbitro: Raphael Claus.
Horário: às 19h15min.
Local: estádio Bento Freitas.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados