Gauchão 2019

Sempre pronto

Seja de primeiro ou de segundo volante, Reinaldo Silva se diz preparado para entrar na equipe do Pelotas

13 de Fevereiro de 2019 - 21h50 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esporte@diariopopular.com.br 

Reinaldo Silva foi titular contra o Internacional. (Foto: Ricardo Duarte - Inter)

Reinaldo Silva foi titular contra o Internacional. (Foto: Ricardo Duarte - Inter)

Desde sua chegada ao Pelotas, na reta final da Copa Wianey Carlet, no ano passado, Reinaldo Silva vem recebendo oportunidades na equipe. Embora sua posição de origem seja segundo volante, as chances têm aparecido um pouco mais atrás, na primeira função. Independentemente do posicionamento em campo, o meio-campista de 34 anos se diz preparado para ajudar o Lobão.

"Sempre joguei como segundo volante, saindo para o jogo, chegando na área, finalizando e até marcando gols. E agora mudou bastante. Jogando como primeiro tenho de fazer a saída de bola, marcar mais forte. Sempre me cobrei para ter um bom passe, então isso é tranquilo para mim. Estou sempre preparado, temos de estar sempre prontos. O professor vem optando por outros companheiros, mas sempre estou motivado para jogar. Se não tiver motivado as coisas não acontecem. Quem entrar tem que dar conta do recado", analisou.

Reinaldo Silva começaria o Gauchão 2019 na reserva, mas Makelele sentiu uma lesão muscular no aquecimento para a estreia, contra o Juventude, e Reinaldo virou titular. As lesões do companheiro, aliás, são recorrentes. Além do primeiro jogo, o camisa 5 ficou de fora contra o São José e também precisou ser substituído no intervalo do jogo com o Novo Hamburgo.

"As lesões acontecem no futebol e têm acontecido porque temos muitos jogos. Nas primeiras cinco rodadas jogamos sempre quarta e domingo, isso exige muito. O futebol está muito corrido e infelizmente [as lesões] têm acontecido com nossos jogadores, mas faz parte do campeonato. O Gauchão é um campeonato de força, de correria, e isso exige muito do atleta", minimizou Reinaldo. Além de Makelele, atletas como John Lennon, Reinaldo Dutra, Wallace, Julio Santa Cruz e Giovane Gomez já passaram pelo Departamento médico em 2019.

Começo forte
A boa arrancada no Gauchão pode ter surpreendido muita gente no Rio Grande do Sul, mas não Reinaldo Silva. Segundo o jogador, a boa pré-temporada e a qualidade do grupo são responsáveis por este 6º lugar, após seis rodadas. "No início da temporada eu falei que o Pelotas ia entrar muito forte no campeonato Gaúcho, porque eu confiava nos jogadores e no trabalho que estava sendo feito pelo clube. Poderíamos estar melhor na tabela, mas infelizmente não conseguimos os três pontos contra o Novo Hamburgo. Pelo menos somamos mais um ponto."

Na segunda-feira (18) à noite, o time áureo-cerúleo vai enfrentar o Aimoré, que também vem bem na tabela. Mesmo jogando dentro de casa, Reinaldo pede atenção ao contra-ataque do Índio Capilé, 5º colocado com nove pontos, um a mais que o Pelotas. "Assisti a alguns jogos deles, é uma equipe que marca muito forte, que tem um ataque muito rápido, gosta de jogar pelos lados. Temos de tomar cuidado, ainda mais jogando em casa, para não ceder no contra-ataque. Temos de encurtar o campo para não sofrer na nossa casa", finalizou.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados