Série B

Sempre pontuando

Brasil oscila, perde chances claras, mas consegue um empate contra o Confiança em uma partida tecnicamente ruim

30 de Setembro de 2020 - 18h51 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Brasil saiu com um ponto do Batistão contra o Confiança (Foto: Luiz Neto - AI Confiança)

Brasil saiu com um ponto do Batistão contra o Confiança (Foto: Luiz Neto - AI Confiança)

A oscilação é natural durante a Série B e muito se deve ao desgaste físico relacionado à sequência de jogos, aliada às longas viagens. Porém, mesmo não realizando um grande jogo, o Brasil segue somando pontos na competição nacional. Na tarde desta quarta-feira (30), empatou por 1 a 1 com o Confiança na Arena Batistão pela 12ª rodada da Série B. Com 11 partidas, o Xavante soma 15 pontos e está em 11º, ficando a quatro pontos do G-4.

“Ficou nítido que os jogadores sentiram o desgaste e o calor. Mas não é desculpa. Se alguns jogadores tivessem um pouco mais de competência poderíamos ter saído com a vitória. A sensação é um pouco dolorida, pois tivemos chances de matar o jogo. Porém, o empate não deixa de ser bom resultado”, avaliou o técnico Hemerson Maria.

Agora o Brasil volta a campo contra a Chapecoense, no sábado, às 16h30min, no Bento Freitas.

Vantagem

Uma dificuldade técnica enorme. Foi assim o primeiro tempo no Batistão. O lance mais bonito foi exatamente o gol do Xavante, aos 32 minutos. Porém, só a finalização de Matheus Oliveira, que dominou e bateu sem deixar a bola cair no chão. Até o começo do lance, foram vários erros. Luiz Henrique pressionou a defesa do Confiança, que se atrapalhou toda. A revelação do Brasil roubou a bola, tocou para Alex Ruan, que dividiu com a zaga. No rebote, Matheus finalizou com categoria.

Os outros minutos do primeiro tempo foram dedicados a erros técnicos das duas equipes, além de uma lentidão na construção. O Xavante atacava basicamente na velocidade e nos dribles do Jarro. Já o Confiança, tentava a ligação direta para Kivel.

Segundo tempo

O Confiança se jogou para cima do Brasil na volta do intervalo. Assim sobraram espaços para o Xavante contra-atacar enquanto Rafael Martins segurava o placar com defesas importantes. A chance mais clara foi com Gegê. Após grande jogada de Poveda, o meia - que entrou na vaga de Matheus Oliveira - ficou livre na cara do gol e finalizou no travessão. Na sequência, Simião teve outras duas oportunidades, mas acabou tomando a decisão errada e não aproveitou.

Resultado: quem não faz, leva. Aos 35 minutos, Ítalo fez jogada pela direita, onde o Confiança encontrou bastante espaço no segundo tempo, e cruzou para a área para a finalização de quem veio de trás. Rafael novamente defendeu, mas no rebote Bruno Paraíba empatou.

Reforço

O atacante Bruno José deve ser emprestado ao Brasil. A informação é da imprensa de Porto Alegre. O centroavante, que pertence ao Internacional, estava emprestado ao CSA.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados