Reconhecimento

Remar para o Futuro representa o Brasil em campeonato Sul-Americano

Competição acontece entre os dias 17 e 19 de dezembro, na cidade de Assunção, no Paraguai

24 de Novembro de 2021 - 14h14 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

De acordo com o treinador da equipe, Oguener Tissot, os atletas pelotenses participarão de todas as classes de barcos da competição (Foto: Divulgação - DP)

De acordo com o treinador da equipe, Oguener Tissot, os atletas pelotenses participarão de todas as classes de barcos da competição (Foto: Divulgação - DP)

Nove atletas formados pelo Projeto Remar para o Futuro, da Prefeitura de Pelotas, foram convocados a participar da Seleção Brasileira de Remo no Campeonato Sul-Americano 2021, de 17 a 19 de dezembro, na cidade de Assunção, capital do Paraguai.
De acordo com o treinador da equipe, Oguener Tissot, os atletas pelotenses participarão de todas as classes de barcos da competição (individuais, duplos, quádruplos e de oito remadores, na palamenta simples e dupla, nas categorias Júnior, U23 e Sênior). “Mais uma vez, a cidade de Pelotas é referência, levando grande número de atletas a disputar um campeonato internacional. Dos nove remadores de Pelotas, quatro já estão atuando de forma profissional e residem no Rio de Janeiro, pela equipe Sub23 do Flamengo”, explicou Tissot.

Atletas juniores do Projeto que residem e treinam em Pelotas

Shaiane Ucker 
Maria Fuhrmann
Helen Belony
Ana Júlia Ferreira
Robson Radman

Atletas que começaram no projeto e já residem no Rio de Janeiro

Piedro Xavier (desde 2019)
Evelen Cardoso (início de 2021)
Mariana Macedo (Início de 2021)
Facundo Mezquita (início de 2021)

Sobre o projeto

O projeto Remar para o Futuro tem coordenação geral do professor Fabrício Boscolo Del Vechio, da Escola Superior de Educação Física (Esef) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), e é realizado pela Prefeitura de Pelotas em parceria com o Clube Centro Português, Academia de Remo Tissot e Clube de Regatas do Flamengo, além de contar com o apoio de diversas empresas locais, de profissionais contratados e voluntários, que desenvolvem um reconhecido trabalho de excelência no processo de formação de atletas.

Preparação dos atletas

O processo de formação de atletas, desde a base até o alto nível no remo, vai além das atividades específicas em barcos. Os jovens contam com vários equipamentos de remo indoor, fora uma academia completa, onde realizam treinos de musculação e levantamento de peso olímpico (LPO) e sala de yoga. No Centro de Treinamento da Academia de Remo Tissot, também existe um espaço para receber professores e estudantes do curso de Fisioterapia da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), que realizam trabalhos focados na prevenção e reabilitação dos atletas de forma permanente. Fora das instalações do projeto, os competidores recebem atendimentos em clínicas particulares nas áreas de ortodontia e nutrição para melhor desenvolvimento esportivo.

Conheça os profissionais que atuam no projeto

Flaviano Moreira: fisioterapeuta
Bianca Santana: dentista
Larissa Braga: nutricionista
Matheus Wicth: nutricionista
Verônica Diedrich: supervisora e instrutora de yoga
Maurício Feijó: professor de remo
Thiago Mello: preparador físico

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados