Série B

Questão de necessidade

Com as lesões de Pará, Bruno Santos e Sousa, Xavante vai ao mercado em busca de um lateral esquerdo

20 de Julho de 2019 - 16h28 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esporte@diariopopular.com.br 

Ednei se diz pronto para voltar a jogar. (Foto: Jô Folha - DP)

Ednei se diz pronto para voltar a jogar. (Foto: Jô Folha - DP)

A lateral esquerda vem sendo um drama para o Brasil nos últimos meses. Depois de perder Bruno Santos e Sousa para o restante da temporada e devido às seguidas lesões musculares de Pará, a diretoria xavante se vê obrigada a contratar um novo atleta para a posição. Mas enquanto o reforço não chega, a saída será seguir improvisando no setor.

Titular na reta final do Campeonato Gaúcho, Pará foi a primeira baixa no elenco. O jogador sofreu uma série de lesões musculares e não joga desde a última rodada do Estadual. Na sequência veio a séria lesão de Bruno Santos. Logo na primeira rodada da Série B, o lateral sofreu uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho e precisou passar por cirurgia. Só volta aos gramados em 2020.

A saída foi improvisar o volante Sousa no lado esquerdo. Após um começo difícil, ele se adaptou à função e passou até a chegar mais na frente. Mas ainda no primeiro tempo da partida contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, Sousa sofreu uma lesão parecida com a de Pará e também vai ficar fora até a próxima temporada.

Contra o Paraná, Carlos Jatobá foi deslocado para o setor - como já havia acontecido na rodada anterior. Embora ele não tenha feito uma má partida, o Brasil perdeu o principal passador do meio-campo, algo que o técnico Bolívar não abrirá mão na próxima partida. Com isso, aumenta a possibilidade de Ednei vestir a camisa 6 diante do Sport, nesta segunda-feira (22), na Ilha do Retiro.

"Me encontro muito bem, aproveitei essa semana cheia de trabalhos bem específicos. Se o Bolívar me colocar na esquerda é uma função que eu já conheço, joguei com ele também por ali, não vai ser nenhuma novidade. Espero estar à disposição, poder fazer parte da delegação nesta viagem para que a gente possa fazer um grande jogo lá na segunda-feira", destacou Ednei, em entrevista coletiva concedida na tarde desta sexta-feira (19), no estádio Bento Freitas.

Ednei, aliás, já estava cotado para começar jogando na quinta-feira. Mas uma conversa com o técnico Bolívar e o preparador físico Márcio Vitória fez o jogador dar uma atenção especial para a parte física. "Tive uma fadiga no meio da intertemporada, então perdi um pouco de força. Eu já vinha treinando, mas com a chegada do Márcio e do Bolívar a gente achou melhor fazer um trabalho mais forte porque a gente tem uma sequência difícil. Aproveitamos essa semana para dar mais ênfase na parte física, na parte de força", comentou.

Opção para a esquerda
Pode vir do Cianorte, ex-equipe do técnico Bolívar, o tão aguardado lateral esquerdo. A diretoria rubro-negra já abriu negociações para contar com Willian Formiga, que disputou a Série D do Campeonato Brasileiro pelo clube paranaense. Natural de Florianópolis, o atleta de 24 anos também tem passagens por clubes como Tubarão, Brusque e pelo time B do Vitória de Guimarães (Portugal).

Contrato assinado
Cria da base xavante, o atacante Fabrício assinou na sexta-feira contrato de empréstimo com o Grêmio. O atleta de 18 anos fará parte da equipe sub-20 do Tricolor até o final da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020. Ao final do vínculo, o clube da capital tem a opção de adquirir 50% dos direitos econômicos dos jogador.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados