Série B

Queiroz na área

Atacante é apresentado no Bento Freitas e admite preferência por atuar como centroavante

13 de Setembro de 2019 - 17h24 Corrigir A + A -
Atacante já treina com o elenco rubro-negro (Foto: Carlos Insaurriaga/GEB)

Atacante já treina com o elenco rubro-negro (Foto: Carlos Insaurriaga/GEB)

O atacante Guilherme Queiroz, ex-Portuguesa e Juventude, finalmente vestiu as cores do Brasil para a sequência da Série B do Campeonato Brasileiro. Queiroz chega para repor o sistema ofensivo que já havia perdido jogadores importantes como Bruno Paulo, Marcinho e, por último, Rafael Grampola. Antigo desejo da direção, o atleta foi apresentado nesta sexta-feira no estádio Bento Freitas.

"To muito feliz de vir pra cá. Tive outras oportunidades, mas acabou não dando certo. Esse ano não pensei duas vezes quando surgiu a oportunidade. Um clube que sempre me quis e olhou me futebol com carinho. Espero responder a altura e dar alegrias ao torcedor", disse Queiroz em suas primeiras palavras como jogador do Brasil.

Além de quase ter vestido rubro-negro em temporadas passadas, o convite do ex-colega de Portuguesa, Bolívar, também pesou para o acerto. "Tive a felicidade de jogar com ele e hoje ele ser meu técnico. Como jogador já era um lider dentro de campo, ajudando e falando com todo mundo. Hoje também na função de treinador, é legal e estou tendo essa oportunidade. Mantivemos contato, ele fez o convite e não pensei duas vezes antes de vir pra cá. Espero que essa parceria dure por um longo período", comentou.

O atleta, de 29 anos, atuou contra o Brasil em 2017, quando foi colega de Bolívar na Portuguesa, e em 2018, quando defendeu o Juventude. Recentemente, o atacante atuou pelo Santa Cruz, onde teve uma passagem acanhada. Entretanto, Queiroz se diz pronto para a missão de tornar o ataque rubro-negro mais eficaz já contra o Figueirense, na próxima quinta-feira, às 21h30min, no Bento Freitas.

"Estou bem. Depende do Bolivar, estou a disposição. Pra iniciar ou começar no banco estou pronto para ajudar o time. Espero que a gente consiga os objetivos. Não depende só de mim. É um contexto, um time. Conheço vários jogadores aqui e estamos trabalhando duro e forte. Espero dar alegrias. Já tive passagem aqui no Sul e fui feliz. Espero ser ainda mais aqui no clube", projetou.

O aproveitamento de Queiroz no ataque é um incógnita. Antes mesmo da saída de Grampola, Rodrigo Alves já havia sido remanejado para o setor. Depois, assumiu indiscutilmente a camisa 9, uma carência do elenco xavante. Sem rodeios, o recém chegado admtiu que prefere atuar como centroavante, embora já tenha realizado outras funções no ataque.

"Sou na verdade um segundo atacante, mas o futebol hoje é diferente. Não sou centroavante nem ponta, mas me adapto melhor como centroavante. Se precisar na beirada, também estou à disposição. Mas a posição que me sinto bem é como centroavante. Por ter jogado como beirada também tenho facilidade de movimentar rápido, cair nas costas dos defensores, ter outras movimentações. Espero independente da posição ajudar e ser feliz aqui", frisou.

Semana para contornar problemas

A derrota na última rodada para o CRB, pelo placar de 3 a 1, mexeu com os água-pés no Bento Freitas. Além da atuação abaixo da expectativa, o movimento legítimo dos atletas rubro-negros, acerca do adiantamento dos direitos de arena dos profissionais junto ao Sindicato da categoria, causou uma preocupação extra. Com o atraso no pagamento de parte dos salários do mês de julho, e da totalidade do mês de agosto, o grupo liderado pelo capitão Leandro Leite recorreu ao órgão para minimizar os efeitos da crise financeira do clube.

Os problemas de Bolívar não passam apenas pelo extra-campo. Ednei, com lesão muscular, não deve ter condições de jogo. Outro desfalque no setor defensivo é Bruno Aguiar, suspenso pelo terceiro amarelo. Ricardo Luz e Heverton, respectivamente, surgem como os prováveis substitutos. Branquinho, Pará, Douglas Baggio e Juba seguem no período de retreinamento.

A boa notícia fica por conta de Cristian. O atacante, que não esteve relacionado para a partida diante do CRB, não apareceu no boletim médico informado pelo clube e deve estar à disposição de Bolívar para o confronto com o Figueirense.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados