Futebol

Profissionalismo acima de tudo

Mesmo com salários atrasados, atletas xavantes mantém o aproveitamento do Brasil na Série B

23 de Outubro de 2019 - 16h27 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esporte@diariopopular.com.br 

Domingo o Brasil empatou com o vice-líder da competição (Foto: Paulo Rossi - DP)

Domingo o Brasil empatou com o vice-líder da competição (Foto: Paulo Rossi - DP)

A situação financeira do Grêmio Esportivo Brasil está longe de ser boa. Com salários beirando os dois meses de atraso, os atletas mantém a “lei do silêncio” como forma de protesto. Mas dentro do campo é como se tudo estivesse em dia. Os bons resultados nesta reta final de Série B mostram que profissionalismo está à cima de tudo no estádio Bento Freitas.

Segundo diretor executivo do clube, Edu Pesce, o segredo é a transparência da relação entre direção e atletas. “A reação deles não me surpreende em nada. Atitude louvável, que mostra muito profissionalismo e caráter, coisas que refletem dentro do campo. Estamos tratando tudo de uma forma muito clara e transparante, sem promessas mirabolantes. É assim que a gente consegue olhar no olho deles. Esse comportamento nos dá credibilidade e eles estão correspondendo. Os resultados dentro do campo comprovam todo esse profissionalismo e quanto eles estão fechados em buscar os objetivos do clube”, analisou.

Dentro de campo, o Xavante conquistou oito pontos nas últimas cinco rodadas e se consolidou no meio da tabela do Campeonato Brasileiro. Faltando oito jogos para o fim da competição, o Brasil ocupa o 12º lugar com 38 pontos e está próximo de confirmar a permanência na Série B. Um passo importante pode ser dado no sábado, quando a equipe recebe o Cuiabá, adversário direto na luta contra o rebaixamento.

“O time pode até oscilar dentro de uma mesma partida, mas ele sempre é competitivo, de muita entrega. Foi feita uma estratégia de viagens, treinos, descanso, e está dando certo. Enfrentamos uma maratona muito complicada e nos saímos muito bem”, justificou Edu Pesce.

Ingressos a venda
A diretoria rubro-negra já iniciou a venda de ingressos para o confronto deste sábado, contra o Cuiabá. O tíquete de arquibancada custa R$ 20,00 e pode ser adquirido na Central do Sócio (estádio Bento Freitas), Tribo Xavante, Hercílio.com e Lojas de Lucca. Sócios com a mensalidade de outubro em dia tem acesso livre ao estádio.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados