Paraolimpíadas

Prefeitura promove live com paratleta que representará o país em Tóquio

O convidado desta sexta-feira, dentro do projeto Sentindo o Paradesporto, é o gaúcho Aser Mateus Almeida Ramos, ao vivo, às 19h, pelas redes sociais do Departamento de Desporto da Smed

30 de Julho de 2021 - 09h22 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

O porto-alegrense de 30 anos, atualmente, treina no Centro de Treinamento Paralímpico de São Paulo - (Foto: Marco Antônio Teixeira)

O porto-alegrense de 30 anos, atualmente, treina no Centro de Treinamento Paralímpico de São Paulo - (Foto: Marco Antônio Teixeira)

As Paralimpíadas de Tóquio vão ocorrer de 24 de agosto a 5 de setembro e o Departamento de Desporto e Lazer da Secretaria de Educação e Desporto (Smed) promoverá, toda sexta-feira, uma live com convidados ligados ao movimento Paralímpico – meio esportivo de atletas com alguma deficiência física ou intelectual –, a fim de abordar a história das Paralimpíadas, as modalidades paradesportivas e assuntos afins. Nesta sexta-feira (30), às 19h, o convidado será Aser Mateus Almeida Ramos, paratleta gaúcho classificado para representar o Paratletismo Brasileiro em Tóquio.

O porto-alegrense de 30 anos, atualmente, treina no Centro de Treinamento Paralímpico de São Paulo – local que é referência mundial na área. Ramos tem paralisia cerebral e competirá na modalidade de paratletismo nas provas de salto em distância e 100 metros rasos.


O bate-papo ao vivo, de uma hora, será transmitido pelo Facebook do Desporto da Smed (https://www.facebook.com/desportosmed), com mediação da chefe do Departamento de Lazer da Smed, Katia Berni, que tem curso da Classificadora Funcional do Comitê Paralímpico Brasileiro, e do professor de Educação Física que responde pela coordenação dos projetos Atletismo Pelotas e Paradesporto, Huibner Machado da Silva. O público poderá interagir com questionamentos e comentários no chat.

Cultura do Desporto Paralímpico

Silva explica que o objetivo das lives é dialogar com personalidades do movimento paradesportivo (paratletas, técnicos e gestores), com intuito de trazer informações acerca do paradesporto paralímpico que, só no atletismo, tem 44 classes (quem pode participar, como participar, as regras especificas de cada uma, e outras informações).

“O Paradesporto tem muitas peculiaridades e, com os bate-papos, queremos fomentar a prática e criar uma cultura do desporto paralímpico em Pelotas”, explica.
Desde a metade do ano passado, a Smed tem realizado lives semanais para “apesar da pandemia, a gente continuar falando sobre esportes”. Em agosto do ano passado houve duas lives sobre paradesporto – início do projeto Sentindo o Paradesporto - que foram retomadas no final de maio, às sextas-feiras, e passarão a abordar a Paralimpíada a partir desta semana. Na próxima sexta-feira (6/8), a convidada será a docente da Educação Paralímpica para cursos de treinadores nível I e Capacitadora do Esporte Adaptado do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Rosicler Ravache.

Cronograma de lives da Smed

Segunda-feira (2/8) - 20h - Papo de Corredor – atletismo, com apresentação de Huibner Machado da Silva
Quarta-feira (4/8) - 20h - Conversando Sobre Vôlei – voleibol, com apresentação de Ingo Stumm
Quinta-feira (5/8) - 21h - Momento da Luta – esportes de combate, com apresentação de Rossano Diniz
Sexta-feira (6/8) - 19h - Sentindo o Paradesporto – modalidades paradesportivas, com apresentação de Katia Berni e Huibner Machado da Silva


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados