Definição

Prefeitura libera treinos individuais da dupla Bra-Pel

Atletas e membros da comissão técnica que não estão em Pelotas precisam ficar dez dias isolados antes dos testes para Covid-19

03 de Julho de 2020 - 17h29 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Encontro entre representantes dos clubes e membros da SMS ocorreu nesta sexta (Foto: Rodrigo Chagas - Ascom)

Encontro entre representantes dos clubes e membros da SMS ocorreu nesta sexta (Foto: Rodrigo Chagas - Ascom)

A dupla Bra-Pel está liberada para retomar os trabalhos na próxima semana. A confirmação oficial veio no encontro entre os dirigentes de Brasil e Pelotas e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) na tarde desta sexta-feira (3). Na reunião, ficou definido que os clubes estão liberados para realizar os testes rápidos da Covid-19. Os atletas e funcionários que testarem negativo já podem começar as atividades imediatamente. A ressalva é para quem está fora do município: será preciso ficar dez dias isolados antes da realização dos exames para detecção do vírus..

O isolamento de dez dias vai, inclusive, impor que as novas comissões técnicas de Brasil e Pelotas não possam estar presentes na primeira semana de atividades. Do lado áureo-cerúleo, o técnico Ricardo Colbachini, o auxiliar técnico Alessandro Telles, o preparador de goleiros Everson Ricardo e o preparador físico Alon Ritter chegaram em Pelotas na última quarta-feira, dia 1º. Assim, só estão autorizados a iniciar os trabalhos na Boca do Lobo no dia 11.

Do lado rubro-negro, o treinador Hemerson Maria, o auxiliar Emerson e o preparador Alexandre Souza chegam neste domingo à cidade, podendo trabalhar no Bento Freitas somente no dia 15 de julho.

Em relação aos atletas, boa parte do elenco da dupla já está em Pelotas. Pelo lado do Xavante faltavam chegar, até sexta, o meia Gegê, os volantes Leandro Leite, Hippólito, João Ananias e Sousa, e os atacantes Poveda, Wesley, Nathan, Luiz Henrique e Winicius.

Pelo lado do Pelotas a direção não confirma os nomes, pois espera os testes físicos, marcados para esta terça-feira, e as assinaturas dos contratos para divulgar o elenco. “Seguiremos exatamente o protocolo proposto pela prefeitura com os dez dias de isolamento para os jogadores que vierem de fora. Nós já temos alguns jogadores na cidade há alguns dias e o isolamento será um pouco menor”, afirmou o vice-presidente, Luciano Alves.

Alerta

Apesar das atividades individuais estarem liberadas inclusive na bandeira vermelha – hoje Pelotas encontra-se na bandeira laranja na classificação do decreto de distanciamento social controlado do governo do Estado – não estão descartadas regras mais rígidas dependendo do crescimento da curva de contágio no município.

“Não é momento de flexibilização. Estamos aguardando a decisão do governo estadual nesta sexta [em relação à atualização do distanciamento controlado] e há chances de que a região passe para a bandeira vermelha, então temos que agir com cautela neste momento”, frisou a prefeita Paula Mascarenhas (PSDB).

Em relação à liberação dos treinos coletivos e, eventualmente, dos jogos nas próximas semanas, o planejamento será elaborado através de um rigoroso cronograma, como destacou a titular da Secretaria de Saúde, Roberta Paganini.

“Vamos alinhar um cronograma de reuniões entre a Secretaria, a Vigilância Epidemiológica e os clubes para manter a situação fiscalizada e controlada. Caso haja algum jogador ou funcionário com síndrome gripal, este e seus contactantes devem ser, imediatamente, afastados, e quem apresentar os sintomas terá acesso a exame PCR através da Vigilância”, garantiu Roberta.

Os clubes precisarão, até segunda-feira, encaminhar um planejamento com protocolos à SMS.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados