Copa América

Parou no VAR

Com dois gols anulados pelo árbitro de vídeo, Brasil joga mal e fica apenas no 0 a 0 com a Venezuela

18 de Junho de 2019 - 23h57 Corrigir A + A -
Sem gols na Fonte Nova, torcida brasileira acabou vaiando o Brasil ao fim da partida

Sem gols na Fonte Nova, torcida brasileira acabou vaiando o Brasil ao fim da partida

Na Arena Fonte Nova, nesta terça-feira (18), em Salvador (BA), o Brasil ficou no empate em 0 a 0 com a Venezuela, pela segunda rodada do Grupo A da Copa América. Os comandados de Tite chegaram a fazer três gols nesta partida, mas todos foram anulados pela arbitragem - dois com o auxílio do árbitro de vídeo. O resultado fez a Seleção Brasileira adiar a classificação às quartas de final da competição, chegando, inclusive, com risco de ficar fora caso perca o último jogo da fase de grupos e tenha uma combinação de resultados desfavoráveis. O Brasil volta a campo no próximo sábado, às 16h, na Arena Corinthians, em São Paulo, quando encara o Peru na última rodada da fase de grupos.

A Seleção Brasileira iniciou a partida pressionando a Venezuela e teve boas chances de abrir o placar nos chutes de David Neres e Richarlison. Mas com o passar do tempo, a equipe diminuiu o ritmo e viu o time Vinho Tinto se arriscar no ataque e quase abrir o placar em cabeçada de Rondón, que passou raspando a trave direita de Alisson.

Antes do intervalo, os brasileiros voltaram a apertar e tiveram um gol de Firmino anulado na marca dos 38, com a arbitragem marcando falta do atacante em cima do zagueiro no momento do giro, antes do arremate. O Brasil foi mais incisivo na segunda etapa e Gabriel Jesus levou perigo em chute colocado para fora, aos 11. Pouco depois, o Firmino aproveitou interceptação de passe dentro da área e serviu Jesus, que empurrou para a rede, mas a arbitragem, com auxílio do VAR, assinalou impedimento de Firmino.

A equipe de Tite seguiu rondando a área adversária, mas sentiu falta de mais lances de individualidade. Então, o técnico mandou Everton a campo no lugar de David Neres e, aos 41, o Cebolinha fez jogada individual pela esquerda e bateu forte. Fariñez espalmou e Coutinho chutou. A bola desviou em Firmino, impedido e a arbitragem, novamente junto ao VAR, anulou o lance.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados