Série D

Méritos para o comandante

Vice-presidente do Pelotas credita reação histórica do Lobo ao técnico Ricardo Colbachini

24 de Novembro de 2020 - 13h19 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

A vibração do técnico Ricardo Colbachini na virada do Lobo no último sábado (Foto: Vitor Azocar - Especial)

A vibração do técnico Ricardo Colbachini na virada do Lobo no último sábado (Foto: Vitor Azocar - Especial)

O vice-presidente do Pelotas, Luciano Alves, creditou a virada histórica no último sábado sobre o Novorizontino ao técnico Ricardo Colbachini. Em entrevista à Rádio Universidade, ao repórter Marcelo Prestes, o dirigente não poupou elogios à capacidade de reação do comandante áureo-cerúleo.

“É difícil tu colocar em uma pessoa só, pois se trata de um grupo, os méritos ou os deméritos. Mas essa vitória especificamente, ela tem um nome que é Ricardo Colbachini. Quando levamos o terceiro gol, a bola foi para o meio campo e ele estava todo o momento na área técnica gritando que o grupo não esmorecesse, que acordasse que nos íamos vencer aquele jogo”, afirmou Luciano, que ainda completou: “Enalteço ele nunca ter baixado a cabeça, nunca ter desistido com tudo o que aconteceu durante a competição e especialmente neste jogo. Ele mostrou um poder de reação acima de outras pessoas. Ricardo Colbachini é um excelente profissional e nos mostra que temos a pessoa certa, no lugar certo”.

A virada diante dos paulistas entrou no hall dos jogos inesquecíveis do Lobo nos últimos anos para o vice-presidente. Luciano lamentou o torcedor não poder ver da Boca do Lobo a vitória do último sábado e afirmou que foi o mesmo sentimento das vitórias históricas diante do Internacional, na Recopa de 2013 quando o Lobo virou um jogo de 2 a 0 para 3 a 2, e também contra o Esportivo em 2018, que o Pelotas venceu por 3 a 0 para avançar às semifinais da Divisão de Acesso.

Para o dirigente, o triunfo pode marcar um novo momento dentro da competição. “A nossa esperança é essa: que esse resultado tenha sido um marco para o Pelotas dentro da competição. As vitórias desse quilate marcam isso, tornam o grupo cascudo”, analisou Luciano.

Reapresentação
O Lobo voltou a treinar pensando na última decisão da fase de grupos. A equipe fez um treino regenerativo nessa segunda-feira (23) visando o duelo de sábado contra o Marcílio Dias às 15h de sábado. Um empate classifica o Lobo para a próxima fase.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados