Promessa

Marciel terá 50% do passe comprado pelo Timão

Revelado pelo Fragata, volante deve integrar elenco principal do Corinthians em 2015

26 de Janeiro de 2015 - 20h10 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Marciel foi um dos destaques do Corinthians no título da Copa São Paulo

Marciel foi um dos destaques do Corinthians no título da Copa São Paulo

Volante pertence ao Fragata

Volante pertence ao Fragata

Destaque do Corinthians na conquista da Copa São Paulo no último domingo (25), Marciel Silva, que pertece ao Fragata Futebol Clube, será vendido ao timão ainda nesta semana. O volante de 19 anos terá 50% do passe adquirido pelo time paulista. Valores giram em torno de R$1 milhão.

Cotado para integrar o grupo principal do Corinthians, Marciel deve ser comprado pelo timão ainda esta semana. O volante agradou o técnico Tite. Com um perfil de "futebol moderno" como destacou o treinador aos veículos do centro do país, Marciel é um segundo volante de extrema habilidade e visão de jogo. Os gols e, principalmente, as assistências na Copa São Paulo o credenciaram como um dos melhores da competição. Tanto que a direção do Corinthians não perdeu tempo e marcou para a próxima quinta-feira uma reunião com o volante Emerson da Rosa para tratar da venda do atleta.

"Que ele vai ficar no Corinthias está certo. Se irá para o grupo profissional imediatamente, não sei. Quem irá decidir quando dar a oportunidade é o Corinthians", afirmou o ex-jogador.

Os valores em torno da venda de marciel podem ser considerados astronômicos em comparação a realidade do futebol pelotense. A imprensa de são paulo cogitou um pagamento de r$800 mil pelo atleta. emerson revelou que os valores, pré-estabelecidos em conversas anteriores com a direção corintiana, são superiores e referente a 50% do jogador.

"O valor é o fato que menos importa. A felicidade é pelo Marciel conseguir da continuidade a carreira e que estamos colhendo uma sementinha que foi plantada há quatro anos", disse.

A referência

"Tirou na mega-sena", essa é a afirmação do ex-volante da seleção e de grandes equipes europeias sobre a oportunidade que a jovem revelação do Fragata deve ter no elenco principal do Corinthians. O craque pelotense não se refere ao quesito financeiro e sim ao processo de aprendizado em relação ao jogo.

A metodologia de Tite foi a escolhida pelo Fragata para formar atletas. O treinador do Corinthians é a inspiração e referência para Emerson no atual momento do futebol brasileiro. O futebol sistêmico, e não apenas apostar na individualidade do atleta, faz parte da formação de Marciel. Motivo que Emerson vê como essencial para que o jovem gaúcho tenha se adaptado tão rápido ao time paulista.

"Para ele será uma continuidade na sua evolução. somos fã do Tite. Utilizamos sua metodologia. O atleta deve entender o jogo", afirmou o ex-jogador.

Fragata, Roma, Corinthians e Seleção?

Marciel é natural de Porto Alegre, mas no mundo da bola é uma revelação pelotense. Em 2012, após ser dispensado das categorias de base do Grêmio, o ainda lateral esquerdo e meia aceitou participar do recém-inagurado Fragata Futebol Clube.

Precisou de apenas uma competição para chamar a atenção de um olheiro da juventus. Treinou 15 dias em Turim e mais 15 dias na Roma da Itália. Retornou somente um ano e meio depois. Treinou por mais de uma temporada ao lado de Totti e outros atletas da Roma. Não permaneceu, pois não tinha passaporte europeu.

"Trouxemos ele do Grêmio e pouco depois ele foi para a Itália. foi tão bem lá que mesmo sem passaporte o Roma pediu para ele permanecer em equipes satélites do clube", afirmou o supervisor do Fragata, Mauro Rocha.

Porém a filosofia do Fragata não tem a prioridade de vender atletas para o exterior. A ideia é enviar as jovens promessas para realizar treinamentos e adquirir experiências no futebol europeu. Com o fim do contrato com o time italiano, Emerson ofereceu Marciel ao técnico da base do corinthians, Osmar Loss. De imediato, Loss aceitou a jovem promessa. Não demorou e Marciel virou titular do time campeão do Paulistão, Copa do Brasil e Copa São Paulo sub-20.

"É só o começo, ele tem muito que evoluir e crescer. mas com o trabalho que vamos fazendo com ele, com o que pode aprender com o Tite, aliado ao talento que tem, quem sabe não vamos ver o Marciel com a camisa da seleção brasileira", afirmou Emerson.

Primeiro fruto

Marciel passou pelo Fragata no início do projeto. o volante pode ser considerado a primeira promessa a render frutos no cenário nacional.

"É um trabalho árduo que realizamos diariamente. O nome do Fragata foi falado em todos os programas e transmissões da Copa São paulo. O Marciel será uma referência para muitos dos nossos atletas", afirmou Mauro Rocha.

Cada jogador é tratado como um "projeto" dentro do Fragata. A atenção e o trabalho são individualizados de acordo com a necessidade de cada atleta. Ao mudar-se para São Paulo, o clube pelotense disponibilizou uma casa para a mãe de Marciel, Idalina silva, ficar perto do filho.

"Isso é planejamento a longo prazo. Algo que não temos no futebol brasileiro. Nosso futebol vive do imediatismo do resultado, jogamos na individualidade dos jogadores. Por isso que o nosso sub-20 sofre para ganhar dos reservas da Colômbia", comentou o ex-volante da seleção.

Como Marciel, o supervisor do Fragata avisa que virão outros. Nos próximos meses três jogadores, incluindo um pelotense, irão passar por um período de treinamento na Roma. O Fragata ainda deve voltar a realizar uma parceria com o Brasil para esta temporada.

"Essa conquista é nossa, do futebol pelotense", finaliza Mauro Rocha.

 

 

Notícias relacionadas


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados