Em Uruguaiana

Malgi perde na prorrogação e fica com o vice do Gauchão Feminino

Equipe pelotense conseguiu reação após estar quatro gols atrás e forçou tempo extra, quando a Celemaster levou a melhor

06 de Dezembro de 2021 - 15h08 Corrigir A + A -
Time pelotense pressionou até o último lance mas não conseguiu o empate no tempo extra (Foto: Divulgação - DP)

Time pelotense pressionou até o último lance mas não conseguiu o empate no tempo extra (Foto: Divulgação - DP)

A Malgi esteve muito perto de concretizar uma virada histórica. Chegou a conseguir parcialmente, levando a final do Gauchão Feminino de Futsal para a prorrogação. Mas a Celemaster, na noite deste domingo (5), superou as pelotenses no estádio Schimitão, em Uruguaiana, e garantiu o título estadual no tempo extra. Os placares: 6 a 5 a favor da Malgi no tempo normal e 2 a 1 para a Celemaster na prorrogação.

O jogo de ida, no fim de semana anterior, terminou com vitória das visitantes por 1 a 0, o que dava a vantagem da igualdade na partida de volta. E as donas da casa começaram bem, saindo na frente graças ao gol de Juliana aos cinco minutos. Com 14, Dudinha empatou de pênalti. Mas Tifany marcou duas vezes antes do intervalo: 3 a 1.

Já no segundo tempo, a situação piorou ainda mais para o time do técnico Maurício Giusti: a Celemaster ampliou o placar para 5 a 1. Tudo parecia perdido, mas Grila anotou duas vezes para a Malgi. Aos dez minutos da etapa final, Karina aproveitou jogada de Carol e reduziu a desvantagem da equipe de Uruguaiana para apenas um gol.

Com a própria Karina de goleira-linha, a camisa 9 acertou bom chute de fora da área e empatou: 5 a 5! A reação já era incrível, e faltando somente 1m19s, Carol virou o marcador, forçando uma prorrogação totalmente improvável minutos mais cedo. Vitória da Malgi por 6 a 5 e mais cinco minutos de bola rolando na quadra.

No tempo extra, porém, as mandantes fizeram outros dois gols. Karina descontou para as pelotenses, que pressionaram até o último lance mas não conseguiram igualar novamente. A Celemaster ficou com a taça, entretanto a Malgi retornou de viagem com uma grande demonstração de entrega.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados