Aniversário

Lobo abre comemorações dos 113 anos

Data começou a ser celebrada com jogo festivo e reencontros de ex-atletas neste domingo (10)

10 de Outubro de 2021 - 21h25 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Nomes marcantes da história azul e ouro marcaram presença na Boca durante a manhã deste domingo (10) (Foto: Aline Klug - ECP)

Nomes marcantes da história azul e ouro marcaram presença na Boca durante a manhã deste domingo (10) (Foto: Aline Klug - ECP)

Este domingo (10) foi marcado pelo início das festividades em comemoração aos 113 anos do Esporte Clube Pelotas. Em uma manhã de reencontros daqueles que contribuíram com a história do clube, não faltaram emoções e homenagens.

O jogo festivo uniu cerca de 60 atletas, das mais diversas gerações, que estiveram em ação com a camisa azul e ouro nas décadas de 70, 80, 90 e 2000. Dentre eles o experiente Claudemir, que defendeu as cores do clube em 1980, quando conquistou o acesso junto à equipe.

Zagueiro da década de 90, Pablo não conteve o sentimento. "A emoção é muito grande, de a gente poder se reunir, estar junto novamente depois de um momento difícil que é a pandemia, porque não conseguimos nos reencontrar em 2020, e principalmente estar em nossa casa, que é a Boca do Lobo", comenta.

No intervalo entre as duas partidas, houve espaço para uma carinhosa homenagem a Jorge Luiz, o "Loco", um dos maiores ídolos do Pelotas em sua história pela atuação no time campeão do interior em 1984. Uma camiseta, com a numeração que o atleta se orgulhava por vestir, foi entregue à filha pelo amigo e colega de time à época, Ademir Alcântara.

Quem esteve presente

  • Equipe 1: Ganso, Renatinho, Mita, Vinícius, Fabiano, Deco, Pé, Jeferson Luis, Lê, Cocão e Edinho.
  • Equipe 2: Sandro, Delvair, Motor, Coxa, Fábio Russo, Gersinho, Júlio César, Cacá, Barriga, Matarazzo e Chupeta. No banco: Clauberson, Gerson Santa Vitória e Dudu.
  • Equipe 3: João Scherer, Bruno, Eugênio, Xuxu, Bagé, Fábio Urso, Henry, Marquinhos, Lambari, Ademir e Everaldo.
  • Equipe 4: Luciano, Jair, Eduardo, Claudemir, Pablo, Vinhas, Felipe, Paulo Ricardo, Sandro Sotilli, Délcio e Leco. No banco: Dagoberto: Dagoberto, Vinholes, Zeca, Flávio, Moacir Chimango, Roger, Brito, Celso Guimarães e Caçula.

Programação segue nesta segunda

Finalizando as festividades de 113 anos, o Lobo comemora o aniversário nesta segunda (11) com os seguintes eventos:

  • 18h - Culto ecumênico.
  • 19h - Reunião comemorativa dos conselhos (deliberativo, fiscal e consultivo).
  • 20h - Jantar da família Áureo-Cerúlea, na Churrascaria Lobão. Valor de R$ 100,00.

E o futuro?

Representado apenas pela equipe feminina ao longo do segundo semestre deste ano, o Pelotas ainda vive muitas indefinições com relação ao time masculino. Fato é que o grande foco está no retorno à elite gaúcha, passando pela disputa da Divisão de Acesso de 2022.

O presidente Gilmar Schneider pretende arrecadar diferentes fontes de receitas para ter R$ 350 mil como orçamento mensal durante a Segundona. Conforme ele mesmo, um valor acima da média da competição. “Seria um orçamento quase de primeira divisão para disputar a segunda. Aí não se pode errar, óbvio, mesmo que depois se precise diminuir os investimentos ou só organizar as contas para o ano seguinte”, diz à reportagem do DP.

Patrocinadores de camisa e associados, principalmente através do programa Sou Mais Lobão, integram o planejamento. Mas o maior montante viria da parceria com um empresário – a ideia é que sejam aproximadamente R$ 150 mil por mês.

O mandato de Gilmar vai até o final de 2021. Ainda em outubro, haverá reunião do Conselho Deliberativo e, em novembro deve começar o processo eleitoral.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados