Gauchão 2021

Jacques avalia que Lobo controlou o segundo tempo e elogia consistência defensiva

Na coletiva após o empate sem gols no Bra-Pel, técnico do Pelotas exaltou tempo para treinar nos próximos dias

05 de Abril de 2021 - 22h53 Corrigir A + A -
Na coletiva após o empate sem gols no clássico, técnico do Pelotas exaltou tempo para treinar nos próximos dias (Foto: Tales Leal/ECP)

Na coletiva após o empate sem gols no clássico, técnico do Pelotas exaltou tempo para treinar nos próximos dias (Foto: Tales Leal/ECP)

Conforme a leitura de Rafael Jacques, técnico do Pelotas, o torcedor azul e ouro tem motivos para acreditar na fuga do rebaixamento no Gauchão. Após a igualdade sem gols no clássico Bra-Pel 365, realizado na noite desta segunda (5), no Bento Freitas, ele concedeu entrevista coletiva destacando aspectos avaliados como positivos.

‘’Mudamos nossa consistência defensiva. Ajustamos, de certa forma, e podemos melhorar ainda mais na parte ofensiva. Isso é fundamental devido à nossa circunstância no campeonato. Fiz apenas um treino que não foi antes ou depois de jogo. Usei muitos vídeos, e os atletas têm assimilado bastante os conceitos para superar o momento’’, disse Jacques sobre o conturbado período vivido à frente da equipe até aqui.

Taticamente, o comandante apostou em um 4-4-2. Na lateral-esquerda, Wendel ganhou a posição de Gabiga, aumentando o poder de marcação e elevando a estatura média do time. Para tentar o gol, a proposta foi clara, segundo o próprio Rafael. ‘’Nós abrimos Bustamante e Marcelo pelos flancos para que houvesse cruzamentos com bola andando em busca do Marcão e do Marcos Paulo’’, afirmou.

Além de ressaltar que o Lobo ‘’controlou a partida na casa do adversário’’, o treinador frisou que a principal oportunidade de gol do jogo foi áureo-cerúlea, quando Silvio cabeceou no travessão, aos 27 do segundo tempo. E se a perspectiva para os dois próximos e derradeiros compromissos pelo estadual parece negativa, Jacques trata de usar um tom otimista.

‘’O torcedor pode esperar um time brigador, confiante e determinado. Os jogadores têm sido fantásticos na tentativa de sair dessa situação. Gostaria de ter esse tempo antes, apesar de ainda não sabermos a data do próximo jogo’’, comentou. Ainda sem data marcada, o Pelotas encara o São José, pela 10ª e penúltima rodada do Gauchão, no estádio Francisco Noveletto, precisando vencer para escapar de um novo descenso.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados