Pandemia

Internacional tem quatro atletas com Covid-19

Primeiro caso foi confirmado no sábado e gerou uma nova bateria de exames no CT Parque Gigante

30 de Junho de 2020 - 15h28 Corrigir A + A -
Atletas passaram por nova bateria de exames em Porto Alegre (Foto: Ricardo Duarte - Internacional)

Atletas passaram por nova bateria de exames em Porto Alegre (Foto: Ricardo Duarte - Internacional)

O Internacional anunciou nesta terça-feira (30), em seu site oficial, que quatro atletas testaram positivo para a Covid-19. Os profissionais - que não tiveram os nomes oficialmente revelados - foram afastados das atividades e encaminhados ao isolamento. Os resultados surgiram após a finalização da bateria de testes do Colorado em Porto Alegre.

Em vídeo, o coordenador de saúde do Inter, Luiz Crescente, explica que os trabalhos vinham sendo realizados normalmente no Parque Gigante, seguindo todos os protocolos de segurança. Na quinta-feira, o primeiro atleta apresentou sintomas e realizou o exame, testando positivo no sábado à noite. Confirmada a presença do vírus, o clube realizou uma nova bateria de exames no grupo de atletas e em todos os funcionários, o que acabou identificando os outros três jogadores infectados - estes assintomáticos. Todos foram encaminhados para suas casas, recebendo a indicação para ficarem, preferencialmente, em seus quartos, isolados.

Para retornarem aos treinamentos, conforme indica o Internacional, os jogadores positivados passarão por novas testagens. Em nota, o Colorado diz que "reforça a importância dos protocolos sanitários adotados e que tais medidas de prevenção permitem manter o ambiente saudável no CT Parque Gigante".

Estes foram os primeiros casos de atletas contaminados pelo novo coronavírus no ambiente de trabalho no Rio Grande do Sul. O primeiro caso confirmado no Estado foi do volante do Juventude, João Paulo, mas antes da retomada dos trabalhos no Alfredo Jaconi. O outro caso é o do atacante tricolor Diego Souza, esse diagnosticado e tratado no período de férias, ainda no Rio de Janeiro.

Também nesta terça-feira, o Grêmio anunciou que vai treinar em Criciúma, Santa Catarina, para poder dar sequência aos treinamentos com contato, o que não é permitido pelo governo do Rio Grande do Sul.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados