Brasileirão

Internacional e Flamengo ficam no 2 a 2

Com o resultado, as duas equipes seguem dividindo a liderança da competição

25 de Outubro de 2020 - 20h35 Corrigir A + A -
Jogo terminou empatado no Beira-Rio. (Foto: Ricardo Duarte - Inter)

Jogo terminou empatado no Beira-Rio. (Foto: Ricardo Duarte - Inter)

Internacional e Flamengo fizeram no Beira-Rio o que se esperava do duelo entre os líderes do Brasileirão. O equilíbrio se fez presente dentro de campo e as equipes ficaram no 2 a 2, na noite deste domingo (25), em jogo da 18ª rodada. Abel Hernández e Thiago Galhardo marcaram o gols do time da casa, enquanto Pedro e Everton Ribeiro empataram para os cariocas. Com o resultado, colorados e rubro-negros chegaram aos 35 pontos. O time gaúcho aparece na ponta da tabela por conta do saldo de gols.

O duelo entre o líder e o vice-líder do Brasileirão começou quente no Beira-Rio. Jogando em casa, o Inter pressionou nos primeiros minutos e não demorou para inaugurar o marcador. Aos seis, Patrick fez a roubada de bola, invadiu a área e tocou para Abel Hernández estufar as redes. Mas o gol não assustou o Rubro-Negro que foi para cima e chegou ao empate, aos dez minutos. Pedro apareceu pelo meio e bateu com categoria no cantinho da meta colorada.

A partida seguiu em ritmo intenso e, aos 24, foi vez do artilheiro do Brasileirão deixar o delo. Após um vacilo da defesa adversária, Thiago Galhardo aproveitou a chance para recolocar o Colorado em vantagem. O atacante do Inter voltou a aparecer, aos 37, mas parou em boa defesa de Hugo Souza.

Na volta do intervalo, as equipes seguiram com o pé no acelerador e foram para cima. Aos quatro, o Colorado chegou com Marcos Guilherme, que bateu colocado e viu a bola explodir na trave. Na sequência, Pedro respondeu para o Flamengo. O Rubro-Negro seguiu no ataque e, aos 12, montou uma blitz na área coloroda. Primeiro, Pedro mais uma vez assustou e Lomba evitou o segundo do atacante. No rebote, Filipe Luís soltou o pé e carimbou o travessão. E toma lá, dá cá. Patrick, aos 16, arriscou o chute cruzado e por pouco não ampliou a contagem para o Internacional.

Buscando o empate, os cariocas tiveram mais duas chances claras com Vitinho e Pedro, mas o lateral Heitor afastou o perigo nas duas tentativas. O jogo seguiu tenso e intenso até os minutos finais. E o Flamengo continuou pressionando. Até que, aos 49 minutos, Gerson colocou a bola na cabeça de Everton Ribeiro, que testou firme para empatar a partida no apagar das luzes.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados