Temporada 2021

Inter anuncia retorno de Taison

Colorado usou as redes sociais do clube nesta sexta para decretar a volta do pelotense ao estádio Beira-Rio

16 de Abril de 2021 - 17h17 Corrigir A + A -
Taison combateu o racismo com gestos e reações na Ucrânia

Taison combateu o racismo com gestos e reações na Ucrânia

Taison está de volta ao estádio Beira-Rio. O pelotense, formado nas categorias de base do Progresso e profissionalizado pelo Internacional, nunca escondeu o seu desejo de retornar ao Rio Grande do Sul. Figurinha carimbada em Pelotas a cada período de férias do Shakhtar Donetsk, o atleta de 33 anos nunca escondeu a paixão por sua terra natal e suas origens, das quais o colorado porto-alegrense também faz parte. Nesta sexta-feira (16), após superar imbróglio com o clube ucraniano, o meio-campista foi anunciado como reforço do time gaúcho até a metade de 2023.

Taison estreou pelo Inter em 2008 e logo entrou para a história do clube. O jogador foi campeão da Libertadores, Sul-Americana, Copa Suruga e bicampeão gaúcho atuando em Porto Alegre. Em 2010, o pelotense foi negociado com o Metalist e em 2013 se transferiu para o Shakhtar Donetsk, onde se tornou ídolo e um dos maiores jogadores da história da liga no país, conquistando diversos títulos coletivos e individuais.

Convocado para a Copa do Mundo da Rússia em 2018 por Tite - técnico que o projetou para o futebol ainda em tempos de Inter - Taison foi cobiçado por grandes clubes do continente europeu durante grande parte das 11 temporadas em que esteve na Ucrânia. Mas o jogador era tão importante para o clube que acabou nunca sendo negociado. Além disso, o vínculo estabelecido com os ucranianos fez com que Taison assumisse a braçadeira de capitão e um status de ícone dentro do Shakthar.

De acordo com pessoas próximas de Taison, o jogador já vinha pensando em retornar ao país desde que sua mãe foi sequestrada, em 2018. O forte elo com Pelotas e sua família teria motivado o atleta a forçar o clube ucraniano a liberá-lo dois meses antes do término do contrato. Uma briga recente com o técnico da equipe foi o estopim para a decisão dos dirigentes do Shakhtar em antecipar a finalização do vínculo para que o meio-campista pudesse ser anunciado pelo Internacional.

Conquistas na carreira
2008: Copa Sul-Americana
2009: Campeonato Gaúcho
2009: Copa Suruga, Artilheiro da Copa do Brasil e Artilheiro do Campeonato Gaúcho
2010: Copa Libertadores
2013: Campeonato Ucraniano, Copa da Ucrânia e Supercopa da Ucrânia
2014: Campeonato Ucraniano e Supercopa da Ucrânia
2015: Supercopa da Ucrânia
2016: Copa da Ucrânia
2017: Campeonato Ucraniano, Copa da Ucrânia e Supercopa da Ucrânia
2018: Campeonato Ucraniano, Copa da Ucrânia e convocado para a Copa do Mundo
2019: Campeonato Ucraniano, Copa da Ucrânia e Melhor Jogador do Futebol Ucraniano
2020: Campeonato Ucraniano e Eleito para a Seleção da Liga Europa
2020: Melhor Jogador do Futebol Ucraniano


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados