Série B

Hora de olhar para cima

Com permanência encaminhada, Xavante encara o Vitória, às 20h30min, no Barradão, mirando subir na tabela de classificação

05 de Novembro de 2019 - 13h01 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Jatobá e Washington disputam uma vaga no time titular; tendência é que o segundo inicie no Barradão (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Jatobá e Washington disputam uma vaga no time titular; tendência é que o segundo inicie no Barradão (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Com 42 pontos e na 11ª colocação, o Brasil está praticamente garantido na Série B de 2020. Com esse objetivo perto de ser alcançado, o rubro-negro pode finalmente olhar para a parte de cima da tabela. A ideia da direção é terminar a competição nacional o mais próximo do topo possível. Quanto melhor a colocação, mais o clube irá pontuar no ranking da CBF. Esse fato é importante para buscar uma vaga na Copa do Brasil via ranking. Não há garantia, mas ficando entre os dez melhores o Xavante tem possibilidades reais de jogar o torneio eliminatório. Por isso, a partida contra o Vitória, às 20h30min desta terça-feira (05), no Barradão, pela 33ª rodada, ganha peso.

O ranking atualizado só sairá ao fim do calendário desta temporada. Certamente o Xavante ganhará algumas posições por permanecer pelo quinto ano seguido na Série B e ter avançado uma fase na Copa do Brasil. Porém, não há como ter certeza que o rubro-negro entrará na Copa pelo ranking. O que o clube sabe é que quanto melhor a colocação ao fim da Segunda Divisão Nacional, mais chances de disputar o Copa do Brasil. "Esse é o nosso objetivo: ficar melhor colocado possível, para tentar via ranking a vaga", afirmou o executivo Edu Pesce.

Em Salvador, Bolívar não poderá colocar força máxima em campo. Sem Diogo Oliveira, Héverton e Person, todos suspensos pelo terceiro cartão, o treinador terá que novamente mexer na equipe. Único substituto certo é Nirley. Murilo Rangel e Washington devem atuar como meia e volante. Pereira e Jatobá correm por fora, mas também são alternativas.

O rubro-negro baiano também deve ter três desfalques para o confronto desta noite. Os laterais Bocão e Chiquinho, além do atacante Wesley, realizaram exames na manhã de ontem e não participaram do treino da equipe do Vitória. Caso não conte com Bocão, o substituto será Van. No meio, o técnico Geninho trabalhou com Rodrigo Andrade. O equatoriano Jordy Caicedo está suspenso. Para a vaga de Wesley, Eron e Felipe Gedoz brigam por posição.

Caso o Xavante saia vencedor do Barradão, poderá alcançar até o oitavo lugar ao somar 45 pontos, já que o Operário, que ocupa a posição, tem um saldo de gols pior que o rubro-negro. Para isso, precisa secar Cuiabá e Botafogo-SP também.

Há três jogos sem perder, o Brasil busca a segunda vitória seguida fora de casa. Na última rodada venceu o Vila Nova, no Serra Dourada. Foi diante dos baianos que Cristian, que não deve iniciar jogando, fez o primeiro gol como profissional e decretou a vitória de número um de Bolívar na casamata rubro-negra.

Ficha técnica
Vitória; Martín Rodriguez; Van, Ramon, Everton Sena e Thiago Carleto; Baraka, Lucas Cândido e Rodrigo Andrade; Felipe Garcia, Gedoz e Anselmo Ramon. Técnico: Geninho

Brasil
Carlos Eduardo; Ednei, Bruno Aguiar, Nirley e Formiga; Leandro Leite, Washington, Murilo Rangel e Juba
Ari Moura; Guilherme Queiroz. Técnico: Bolívar

Árbitro: Gilberto Castro Júnior
Local: Barradão
Horário: às 20h30min

 

 

 

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados