Planejamento

Hélio Vieira fala em sequência no Brasil

Em entrevista ao Papo da Bola, coordenador técnico xavante diz que já trabalha no planejamento para o futuro do clube

14 de Setembro de 2021 - 21h42 Corrigir A + A -
Ex-zagueiro rubro-negro, hoje em cargo executivo no clube, participou por cerca de meia hora do Papo da Bola (Foto: Reprodução)

Ex-zagueiro rubro-negro, hoje em cargo executivo no clube, participou por cerca de meia hora do Papo da Bola (Foto: Reprodução)

Enquanto luta para continuar na Série B do Brasileirão em 2022, o Brasil inicia o planejamento institucional para o futuro próximo. Foi a indicação dada pelo atual coordenador técnico do clube, Hélio Vieira, em entrevista concedida ao Papo da Bola, na edição de parceria entre Diário Popular e Rádio Universidade, na última segunda-feira (13).

“Independentemente da briga pela permanência, não podemos desconsiderar outras hipóteses. Grandes clubes caíram bruscamente. Tem que se pensar numa sequência. Iniciei algumas ações para transformar o Brasil em um clube mais pronto para o futuro, criando uma espécie de banco de atletas. Não se pode ficar à mercê de terceiros”, disse o ex-zagueiro.

Entre as questões abordadas está, por exemplo, o resgate do modelo de jogo com o qual, segundo Hélio, o torcedor mais se identifica. “A torcida do Brasil gosta de um jogo mais direto, não gosta de um time que fique tocando bola de goleiro para zagueiro, de zagueiro para goleiro. Já temos que pensar no Gauchão, onde o clube está há anos brigando para não rebaixar. Estamos preocupados com a sequência e o retorno às origens”, afirmou.

Trabalho para evitar a queda

Hélio falou a respeito da importância de deixar um legado e contribuir para o futuro rubro-negro, se dizendo apto para terminar o projeto iniciado no final de julho. Mas claro, também vai trabalhar para impedir o rebaixamento à Série C. E os dias sem jogo desde 7 de setembro têm sido movimentados por treinamentos, mesmo com as frequentes chuvas em Pelotas.

“Conseguimos tirar proveito mesmo com o clima chuvoso, para fazer valer o tempo de treino. A intenção é apresentar um futebol contra o Goiás que nos leve à possibilidade de vitória, algo que buscamos há bastante tempo”, explicou o coordenador, tratando do jogo de sábado (18), às 19h, em Goiânia, pela 24ª rodada da Série B.

Isolamento se encerrando

Dos cerca de nove atletas que testaram positivo ou inconclusivo para Covid-19 ao longo das últimas semanas, apenas dois continuarão de fora na próxima partida: os zagueiros Ícaro e Heverton.

Todos os demais voltam a ficar à disposição do técnico Cléber Gaúcho, incluindo o então titular Wesley. Quem se soma à lista de desfalques para enfrentar o Goiás é Vidal, emprestado ao Xavante pelo clube esmeraldino. Ele deve ser substituído por Oliveira.

Chapa para o Conselho é impugnada

A única chapa inscrita para concorrer à presidência do Conselho Deliberativo do Grêmio Esportivo Brasil foi impugnada nesta terça-feira (14). Segundo o atual presidente do Conselho, João José Fernandes da Cruz, houve problemas na documentação. Desta maneira, a assembleia marcada para esta quarta-feira (15) foi adiada.

“Tem que chegar um documento ao Conselho e à direção do clube com os nomes dos integrantes da chapa. Junto precisa estar uma lista de 25 sócios em dia no último ano, com as respectivas assinaturas, ratificando o nome do candidato. Isso não foi apresentado corretamente”, explicou Cruz em entrevista à Rádio Universidade na tarde de terça.

Haverá uma extensão do período para que a chapa, liderada pelo ex-vice de futebol Giovani Alcântara e com participação do ex-presidente Ricardo Fonseca e outros, reorganize a documentação para concorrer novamente. Será disponibilizado um novo edital nos próximos dias.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados