Preparação

Em amistoso, Brasil vence São José por 3 a 0 no Bento Freitas

Mostrando bom futebol e ótima marcação, Xavante goleou o Zequinha com gols de Thiago Santos, Marllon e Joanderson

15 de Janeiro de 2022 - 19h33 Corrigir A + A -

Por: Fernando Rascado
esporte@diariopopular.com.br

Rubro-Negro mostrou força ofensiva no amistoso contra o Zequinha (Foto: Volmer Perez - AI GEB)

Rubro-Negro mostrou força ofensiva no amistoso contra o Zequinha (Foto: Volmer Perez - AI GEB)

O Brasil goleou o São José por 3 a 0, neste sábado (15), no estádio Bento Freitas, em amistoso preparatório para a disputa do Campeonato Gaúcho. A atuação deixou o torcedor xavante otimista para a sequência do ano.

A equipe do técnico Jerson Testoni mostrou um bom futebol, principalmente no primeiro tempo, quando definiu o placar, com um ataque criando ótimas chances, e sem a bola, marcando pressão com eficiência. 

Os gols da vitória foram marcados por Thiago Santos, Marllon e Joanderson. Antes da estreia, no dia 26 contra o Aimoré, em São Leopoldo, o Rubro-Negro ainda fará um último amistoso na sexta-feira, às 20h, contra o Sindicato dos Atletas, novamente no Bento Freitas.

O jogo

Diferente do anunciado pelo clube durante a semana, o time do Brasil entrou em campo com uniforme de jogo e não de treino. Quando a bola rolou, o time da casa começou melhor e quase abriu o placar aos cinco minutos. Em cobrança de escanteio, Joanderson subiu sozinho na pequena área, mas cabeceou para fora.

O Xavante não demorou para fazer 1 a 0. Aos sete, Marllon arrancou em velocidade pelo lado esquerdo, fez o cruzamento rasteiro, o zagueiro não conseguiu afastar e Thiago Santos mandou no canto do goleiro Fábio.

O São José quase empatou no lance seguinte. Alex cruzou e Padu de peixinho apareceu livre, só que para sorte do Rubro-Negro, a bola foi para fora.

Mostrando uma forte marcação no meio campo, o Brasil seguia superior e praticamente não corria riscos. Aos 27 saiu o segundo. Em cobrança de pênalti, Marllon cobrou no canto direito do goleiro Fábio, a bola bateu na trave e entrou, 2 a 0. 

O Xavante queria mais e o terceiro saiu aos 36 minutos. Karl arriscou de longe e o goleiro Fábio espalmou, Joanderson aproveitou o rebote e mandou para o fundo do gol, 3 a 0.

Etapa final

O técnico Jerson Testoni voltou com duas mudanças para o segundo tempo. Saíram Juliano e Joanderson e entraram Ruan e Luizinho.

A primeira chance foi do time visitante. Aos sete minutos, cruzamento na área e Padu subiu entre os zagueiros xavantes e cabeceou para fora. Em seguida, Henrique Ávila cruzou da esquerda, a bola passou por todo mundo, Karl aproveitou a sobra, mandou uma bomba e a bola passou muito perto.

No passar do tempo, com as diversas substituições das duas equipes, o ritmo da partida caiu e tivemos poucas emoções. Porém serviu para Testoni conhecer melhor as opções e dar ritmo de jogo para todo o grupo.

Aos 30 minutos, Fabiano deixou o cotovelo no jogador do Brasil e foi expulso, mas como foi acordado antes do jogo, o Zequinha pode colocar um novo jogador no lugar.

Ficha técnica

Brasil: Marcelo, Marcelinho (Herisson) (Pedro Miritz), Fernando (Rafael Castro), Helerson, Juliano (Ruan), Ávila (Matheus Campos), Gabriel Araújo (Fernandinho), Karl (Luiz Meneses), Thiago Santos (Paulo Victor), Marllon (Léo Ferraz) e Joanderson (Luizinho). Técnico: Jerson Testoni

São José: Fábio, Alex Miranda (Paulo Ricardo), Bruno, Wender (Fabiano) (Tiago), Lissandro, Marcelo, Everton Mota, Crystopher, Padu (Cristiano), Sillas (Gabriel) e Marcelino. Técnico: Pingo 

Gols: Thiago Santos (B), Marllon (B), Joanderson (B)

Árbitro: João Azevedo

Local: Estádio Bento Freitas


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados