Série D

Em adaptação

Itaqui fala da nova função e mantém tranquilidade em relação aos resultados do Lobo

08 de Outubro de 2020 - 15h06 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Itaqui é liderança dentro e fora de campo na Avenida (Foto: Tales Leal/ECP)

Itaqui é liderança dentro e fora de campo na Avenida (Foto: Tales Leal/ECP)

Aos 32 anos, o capitão do Pelotas está em processo de adaptação. Itaqui vem desempenhando uma função um pouco diferente das últimas temporadas. Diante do Caxias e do Joinville, jogou como um meia esquerda no losango do 4-4-2. Nas últimas temporadas vinha atuando por dentro no 4-2-3-1, função que ainda é mantida quando o técnico Ricardo Colbachini varia a plataforma tática.

A ideia é dar a Itaqui maior liberdade para chegar à frente e finalizar, além de também aproveitar a qualidade que possui no passe.

“O que muda é me dar maior liberdade para chegar na frente. Ainda que isso não esteja evidenciado em arremate para o gol - e isso é algo que me cobro muito. O jogador tem que saber quais são as suas virtudes e no meu caso é a manutenção da bola e do arremate. E nesses últimos jogos não houve essas oportunidades. É uma posição diferente, fazia muito tempo que eu não jogava, acaba acompanhando o lateral e jogando mais pelo lado do campo. Não é a minha de priori, mas também já fiz e procuro me empenhar”, analisou.
O processo de adaptação à nova função é visto como natural pelo volante. Assim como os resultados até aqui. Para o capitão, o desempenho da equipe tem sido muito bom, apesar dos questionamentos sobre a produção ofensiva.

“Foi muito boa. Eu diria que nos agradou muito e eu incluo o jogo do Caxias, onde não fomos efetivos. Criamos muito e acabamos envolvendo o Caxias, mas não conseguimos efetivar isso no gols”, analisou o jogador, que acrescentou: “A questão de ser efetivo e buscar uma regularidade é um processo natural de toda equipe que está começando a competição. Mas é só nos jogos que você consegue se experimentar como equipe e ver como irá se portar. A competição está mostrando que está muito equilibrada. Nós buscarmos esse equilíbrio é justamente a grande chave”.

Ter vencido o Joinville, novamente conseguindo controlar o adversário, foi fundamental para trazer confiança ao elenco na visão de Itaqui.

“A questão é confiança. Nada se justifica, se explica, quando se tem uma vitória. Tínhamos certeza que o trabalho vinha sendo bem feito, que vínhamos em um crescimento, só que precisaríamos mostrar esse resultado. Isso dá um certo alívio no sentido de esse ser o caminho que temos que trilhar”, finalizou.

BID
O técnico Ricardo Colbachini terá um reforço para a partida contra o São Luiz, às 17h deste sábado em Ijuí. É o recém contratado Bruninho. O atacante, que pode atuar nas duas pontas e também por dentro, foi regularizado no BID da CBF.

O Lobo volta a treinar na manhã desta quinta-feira (8) na Boca do Lobo e após viaja para Ijuí.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados