Gauchão 2019

É ano de Gauchão

Pelotas se reapresentou para a pré-temporada com clima de foco total e dois reforços

03 de Dezembro de 2018 - 20h11 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

"A Divisão de Acesso passou, a Copinha passou. Estamos começando um novo tempo", as palavras do lateral direito Adriano Lara são significativas. Na reapresentação do Pelotas foi possível perceber mudanças. Diferente do clima descontraído da temporada 2018, a largada no ano 2019 foi de silêncio e poucas brincadeiras. O primeiro treino, diante dos torcedores que compareceram, foi uma corrida na volta do gramado da Boca do Lobo.

O Pelotas se reaprensentou com 23 jogadores - sendo dois deles em teste - e a espera de Ricardo Bierhals e Giancarlo que devem chegar entre esta terça (4) e quarta. A nova comissão técnica e o novo coordenador técnico Marcelo Sangaletti tiveram o primeiro contato com o grupo que irá defender o Lobo na Primeira Divisão Estadual após quatro anos.

"Grupo que tem entrosamento, sabemos da importância de trazer outros atletas para se entrosar o mais rápido. O mercado é difícil, a Série B está terminando agora. Estamos trabalhando para reforçar o quanto antes e iniciar com o pé direito essa competição tão difícil que é o Gauchão", falou Sangaletti.

Dentre os 23 que estiveram no gramado, dois eram novidades. O atacante Tatá e o meia Léo Costa. O primeiro veio do futebol paulista, estava no Red Bull Brasil. Sofreu com uma lesão de grau dois e acabou atuando pouco na temporada passada. Tatá é conhecido no futebol Gaúcho. " Atacante experiente, jogou em grandes clubes. Jogou fora do país e sabe fazer gol. Em 2016 esteve no Avaí, fez cinco gols e jogou muitos jogos. Está em forma", avaliou o coordenador técnico que também elogiou o novo meia do Lobo: "Léo meia canhoto, habilidoso, sabe jogar, concluir a gol. Experiente e vão ajudar muito".

O zagueiro Ricardo Bierhals e o atacante Giancarlo chegam nos próximos dias. O primeiro deve retornar hoje. O segundo amanhã. Ambos permanecem no grupo áureo-cerúleo para a temporada 2019.

Saída
Quem não deve ficar é Bruno Costa. O jogador não se reapresentou ontem e ao final da Copinha teve um atrito com o técnico Paulo Porto. Assim o Lobo deve procurar dois laterais esquerdos. Tatto, que se recupera de uma lesão no joelho, dificilmente irá retornar antes da fase eliminatória do Estadual. Rômulo, que atuou com Gavilán no Capiatá e foi revelado pelo Criciúma, teve o nome especulado para a função. Porém, tanto a direção do Pelotas, quanto o empresário do atleta, negam qualquer negociação.

Outro que poderá sair, mas treinou normalmente com o grupo, é Giovane Gomez. O atleta negocia com o Atlético-GO para o Campeonato Goiano e posteriormente a Série B.

Teste
Maximiliano Tosi, o Max, de 24 anos está realizando testes na Avenida. O jogador atuou na Divisão de Acesso pelo Guarani de Venâncio, inclusive marcando gol no Pelotas, e depois defendeu o Nova Prata na Copa Wianey Carlet. A permanência dependerá do técnico Gavilán. Outro que treina com o grupo, desde o segundo semestre, é o volante Pedroso. Cria das categorias de base pelotense.

Treinos
O Pelotas terá uma semana de atividades em dois turnos na primeira semana de pré-temporada.

O grupo
Goleiros: Matheus Claus, Vinícius Parise e Gabriel
Laterais: Adriano Lara, John Lennon, Rafinha e Tatto
Zagueiros: Dão, Felipe, Luís Felipe e Alemão
Volantes: Reinaldo Silva, Reinaldo Dutra e Germano
Meias: Rubinho, Léo Costa
Atacantes: Robinho, Cléverson, Tatá, Jarro e Giovane Gomez

Chegam: Ricardo Bierhals e Giancarlo

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados