Gauchão 2019

Duelo de rivalidades

Em Santa Cruz do Sul, Pelotas volta a enfrentar um Avenida recheado de personagens conhecidos dos áureo-cerúleos

04 de Fevereiro de 2019 - 13h00 Corrigir A + A -
Giménez segue improvisado na lateral esquerda  (Foto: Jô Folha - DP)

Giménez segue improvisado na lateral esquerda (Foto: Jô Folha - DP)

Há uma rivalidade entre Avenida e Pelotas diferente daquela adquirida por equipes de mesma cidade ou região, que por várias vezes estiveram disputando títulos ou outros objetivos comuns em algum campeonato. A verdade é que por trás de um corriqueiro duelo de Campeonato Gaúcho, motivações individuais transformam o cenário da partida de hoje, marcada para as 20h30min, no Estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul.

Em 2016, quando era líder do Grupo A da Divisão de Acesso, Fabiano Daitx acabou deixando o comando do Pelotas. Na oportunidade, muitas especulações foram ventiladas acerca de sua saída. Em uma delas, o treinador não teria a aprovação do então presidente do clube, Luis Antônio de Mello Aleixo, mesmo com o bom desempenho da equipe. Depois disso, enfrentou o Lobo diversas vezes e, em suas palavras, uma certa mágoa com o clube da Avenida.

O zagueiro Yuri, profissionalizado no áureo-cerúleo, é outro que acumula um certo desgaste com o Lobo. No amistoso vencido pelo Pelotas por 2 a 1, no dia 12 de janeiro, o defensor foi bastante criticado pelos torcedores pelotenses. Além dele, outros dois tiveram passagens recentes pela Boca do Lobo, como o volante Jô e o atacante Welder.

Por último, mas não menos importante, está Cleverson. Afastado pela direção por atos de indisciplina, o atacante de personalidade forte já prepara sua resposta dentro do gramado. Não para a torcida, com quem criou laços. Mas para Gavilán, responsável por sua saída.

Em entrevista coletiva na última sexta-feira, o zagueiro Felipe Chaves chamou atenção para este fato. "Eles têm jogadores que nós conhecemos, que devem querer mostrar o seu trabalho, então temos que trabalhar bastante para fazer o que o Gavilán quer e sair de lá com o resultado positivo", atentou Felipe.

Uma vitória pode deixar o Pelotas muito próximo de garantir a permanência na elite do futebol gaúcho. Nas duas últimas edições do Campeonato Gaúcho, as equipes que alcançaram a margem dos dez pontos acabaram se livrando do rebaixamento. O clube já acumulou sete pontos ganhos em 12 possíveis nas quatro primeiras rodadas e é o terceiro colocado. Já o Avenida ainda não venceu na competição e ocupa a décima posição, com três pontos.

Sem muito mistério
Com as lesões musculares de Wallace e Giovane Gomez, entregues ao Departamento Médico, o técnico Gavilán não deve alterar muito a equipe que venceu o São José na semana passada. A novidade pode ser o retorno de Reinaldo Dutra, poupado no último compromisso. Outra possibilidade é a entrada de Rubinho na equipe, com o recuo de Germano para a mesma linha de Makelele, formatando o 4-2-3-1. Aliás, essa foi uma das estratégias utilizadas pelo treinador durante o duelo com o Zequinha.

Ficha Técnica
Avenida: Andrei; Moisés Baiano, Claudinho, Luís Henrique e Roger; Jô, Felipe Manoel, Cleverson, Alexandre, Welder (ou Márcio); Marcos Paraná. Técnico: Fabiano Daitx

Pelotas: Airton, John Lennon, Dão, Felipe Chaves e Giménez; Makelele, Léo Costa, Germano, Jarro
Léo Bahia (ou Reinaldo Dutra); Julio Santa Cruz. Técnico: Diego Gavilán

Árbitro: Lúcio Flor
Local: Estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz
Horário: às 20h30min

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados