Série B

De olho no aproveitamento

Brasil se agarra na sequência de resultados positivos para voltar do Paraná com mais pontos na tabela de classificação da Série B

13 de Outubro de 2019 - 19h35 Corrigir A + A -
Heverton mostrou segurança na zaga  (Foto: Jô Folha - DP)

Heverton mostrou segurança na zaga (Foto: Jô Folha - DP)

O Brasil já está em Curitiba onde enfrenta o Paraná amanhã (15), às 19h15min, no Durival Britto. Na 11ª posição da tabela com 37 pontos, o time rubro-negro quer aproveita o bom momento para seguir somando os pontos necessários para cravar a participação na Série do Campeonato Brasileiro em 2020. E para trazer um resultado positivo na bagagem, a equipe de Bolívar se agarra nos números das últimas apresentações.

Nos últimos três jogos, o Brasil conquistou sete pontos em nove disputados. Só não alcançou 100% de aproveitamento por conta do empate cedido ao Criciúma no Heriberto Hülse, quando vencia pelo placar de 2 a 1. Não fosse o gol dos catarinenses aos 23 minutos do segundo tempo, o Xavante poderia estar ainda mais próximo do G-4 - e longe do Z-4. Hoje, a diferença é de seis pontos para a parte de cima e sete para a de baixo.

A partida diante do Paraná é a penúltima da desgastante sequência rubro-negra. Até aqui, foram três jogos em apenas oito dias. Essa conta aumenta no próximo domingo, quando o Xavante irá finalizar a série de cinco jogos em quinze dias contra o Sport, no estádio Bento Freitas. Dentro do prognótisco, os pontos conquistados fora de casa nas últimas rodadas são a chave para a atual tranquilidade na tabela de classificação.

Contra o Operário-PR, Bolívar conheceu sua primeira vitória fora de casa no comando do Brasil. No total, foram apenas três triunfos longe da cidade de Pelotas, cinco empates e seis derrotas, aproveitamento de 33,33%. De volta ao estado paranaense, os rubro-negros esperam melhorar o retrospecto atual como visitantes.

Hoje, às 16h, Bolívar comanda treinamento no CT do Athletico-PR, quando começa a definir a equipe que inicia a partida diante do Paraná. Ricardo Luz retorna ao time na lateral direita após suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Jatobá, improvisado no setor na última rodada, briga com Washington por uma vaga ao lado do capitão Leandro Leite. Maicon Assis, que sentiu no segundo tempo contra o Botafogo-SP, não viajou com a delegação e por isso desfalca o time. 

O Brasil não deve ter grandes surpresas na escalação, que deve ter Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Bruno Aguiar, Heverton e William Formiga; Leandro Leite, Jatobá (Washington), Murilo Rangel, Diogo Oliveira e Rodrigo Alves; Guilherme Queiroz.

No âmbito administrativo, o Brasil segue trabalhando para tentar minimizar o panorama dos atrasos salariais. De acordo com o gerente executivo do Brasil, Edu Pesce, não há definição sobre quando a direção irá quitar a folha do mês de agosto. "Temos a expectativa de repassar algum valor para os jogadores no início da semana, mas não temos nada concreto", comentou.

Bom resultado na base
No sábado, o Brasil venceu a Apafut por 1 a 0 no Bento Freitas, em partida de ida das semifinais do Estadual Juvenil. O gol foi marcado Vitinho. O jogo da volta acontece no próximo domingo, em Caxias.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados