Brasileirão 2021

Com três de Yuri Alberto, Inter goleia a Chapecoense no retorno do público ao Beira-Rio: 5 a 2

Colorado decide o jogo no primeiro tempo, vence fácil e se aproxima do G-4

10 de Outubro de 2021 - 13h17 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Camisa 11 anotou seu terceiro hat-trick pelo Colorado e levou a bola para casa outra vez (Foto: Ricardo Duarte - Inter)

Camisa 11 anotou seu terceiro hat-trick pelo Colorado e levou a bola para casa outra vez (Foto: Ricardo Duarte - Inter)

O retorno da torcida ao estádio Beira-Rio após um ano e sete meses não poderia ter sido melhor para os 8.506 colorados que marcaram presença. Na manhã deste domingo (10), o Internacional goleou a Chapecoense por 5 a 2, em jogo válido pela 25ª rodada do Brasileirão, e voltou a se reaproximar do G-4, grupo que garante vaga direta na próxima Copa Libertadores da América.

Tudo se decidiu ainda na etapa inicial. No segundo minuto de bola rolando, Yuri Alberto fez o primeiro de seus três gols. Taison também foi às redes. Durante a metade final, o garoto Matheus Cadorini anotou o quinto, antes de Mike descontar duas vezes para os catarinenses.

O resultado deixa o time de Diego Aguirre com 36 pontos, momentaneamente em sétimo lugar, três pontos atrás do quarto colocado Fortaleza - e tendo um jogo a menos. A equipe de Porto Alegre volta a jogar na próxima quarta (13), de novo em casa, contra o América-MG, às 21h30min.

Yuri faz a festa no primeiro tempo

O começo da partida foi arrasador. Nem dois minutos haviam sido disputados quando Maurício chutou de fora, João Paulo deu rebote e, após confusão na pequena área, Yuri Alberto apareceu para marcar o 1 a 0. Na sequência, Daniel fez grande defesa em batida colocada e forte de Bruno Silva. Do outro lado, porém, Taison não perdoou ao receber de Patrick e, arrematando cruzado, subiu o 2 a 0 no placar aos cinco minutos.

Antes do intervalo, Yuri garantiu o hat-trick e a bola levada para casa. Aos 35, recebeu de Taison e deslocou o goleiro. Três minutos mais tarde, pegou sobra na pequena área e guardou outro. Se o árbitro de vídeo não tivesse visto falta de Cuesta na origem do lance que terminou com mais um gol do camisa 11 aos 48, seriam quatro dele na primeira etapa e cinco do Inter. Mas o tento não foi validado.

Para o segundo tempo, Aguirre promoveu três trocas. E tirou o artilheiro da manhã - que empatou com Hulk e Gilberto no topo do campeonato, com dez gols. Entraram Matheus Cadorini - na vaga de Yuri -, Heitor e Boschilia. O garoto, inclusive, anotou seu primeiro gol como profissional aos 12, aproveitando cruzamento de escanteio de Heitor: 5 a 0.

O Colorado baixou o ritmo, fez novas substituições e a Chape cresceu. Conseguiu marcar duas vezes com o ex-jogador do Inter, Mike, em chutes de perna esquerda sem chances para Daniel. No fim, 5 a 2.

Ficha técnica

Internacional: Daniel; Saravia (Heitor), Bruno Méndez, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Boschilia), Rodrigo Lindoso, Maurício, Taison (Paulo Victor) e Patrick (Gustavo Maia); Yuri Alberto (Matheus Cadorini). Técnico: Diego Aguirre.

Chapecoense: João Paulo; Matheus Ribeiro, Ignácio, Jordan e Mancha (Busanello); Moisés Ribeiro (Kaio Nunes), Renê Júnior (Anderson Leite) e Denner (Lima); Geuvânio (Marquinho), Mike e Bruno Silva. Técnico: Pintado.

Gols: Yuri Alberto, 1', 36' e 39' 1T; Taison, 5' 1T, e Matheus Cadorini, 12' 2T (I); Mike, 15' e 35' 2T (C).

Cartões amarelos: Daniel, Matheus Cadorini e Moisés (I); Jordan (C).

Arbitragem: Alisson Sidnei Furtado (TO).

Local: Beira-Rio.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados