Pelotas

Com a cara da Segundona

Apresentado nesta sexta, Marcelo Mabilia fala em dar uma identidade competitiva e agressiva ao Áureo-cerúleo para encarar a Série A2

31 de Março de 2017 - 17h55 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

O técnico Mabilia (ao fundo, à esquerda) no gramado do estádio da Boca do Lobo na tarde desta sexta-feira, durante seu primeiro treino com o grupo do Pelotas, após ser apresentado e conceder coletiva à imprensa (Fotos: Tales Leal-Assessoria-Pelotas)

O técnico Mabilia (ao fundo, à esquerda) no gramado do estádio da Boca do Lobo na tarde desta sexta-feira, durante seu primeiro treino com o grupo do Pelotas, após ser apresentado e conceder coletiva à imprensa (Fotos: Tales Leal-Assessoria-Pelotas)

Confiança e conhecimento. Estas foram as primeiras impressões deixadas pelo novo técnico do Pelotas. Marcelo Mabilia foi apresentado na tarde desta sexta-feira (31) na sala de imprensa da Boca do Lobo. Ao seu lado estava o agora promovido auxiliar técnico Felipe Müller. Mabilia terá três dias para preparar a equipe que recebe o Inter de Santa Maria, segunda às 20h, pela última rodada do primeiro turno da fase classificatória da Série A2. Inicialmente o ex-jogador formado nas categorias de base do Grêmio dará continuidade ao trabalho de Müller que somou quatro pontos em seis disputados longe de casa. Para depois começar a deixar o time com a cara da competição.

"Se eu não der continuidade eu caio na segunda-feira. Vimos muitas coisas boas. Segunda Divisão se ganha com time experiente. Queremos uma equipe com mais cara de Segunda Divisão. A equipe estava muito querendo propor jogo, muita bola no chão, jogador leve. E a competição não é isso. Juntos vamos conversar e dar essa cara", afirmou Mabília.

O discurso forte e confiante foi a tônica de toda a entrevista. Mabilia não fugiu da responsabilidade e da pressão de ter que colocar o Lobo na elite do futebol gaúcho. "Eu conheço esses atletas. Vamos trabalhar muito forte em cima da cobrança pelo resultado. Não tem outra receita é vitória. Gosto de uma equipe competitiva e bem definida. Com modelo de jogo, pressão na bola e intensidade. Sabemos que a pressão é grande, e vamos buscar vitórias aqui. Vou chamar toda a responsabilidade para mim, e compartilhar todas as vitórias com meu grupo. Temos de brigar pelos primeiros lugares na classificação e trazer as partidas de mata-mata para nossa casa", disse.

Aos 44 anos, Mabilia também revelou que era um desejo antigo treinar o áureo-cerúleo. Há alguns anos conversou com o próprio presidente Aleixo, porém não houve acerto. "É com enorme satisfação que recebi o convite do presidente, vislumbro no clube algo muito semelhante ao que acabamos de fazer no Tubarão, em Santa Catarina. O Pelotas é grande, oferece ótimas condições de trabalho e, apesar de ter recebido vários convites nos últimos dias, aceitei o Pelotas, pois aqui encontrei um elenco muito qualificado e uma comissão também. Com o apoio da torcida, sei que o Pelotas tem grandes chances de subir. Esse desafio me motivou bastante. Já estive aqui há muitos anos atrás, e agora reencontrei vários atletas e amigos aqui. Aqui me senti confortável" revelou.

Festa
Na noite desta segunda-feira o Pelotas irá realizar a terceira edição do #DiaDeLobo, a partir das 18h na rua Padre Anchieta, que estará fechada. Confira as atrações: Bistrô Estação Pelotas, Black Box Food Truck,
Chopp 003, Doces da Fabi, La Chiviteria Pelotas, Lobo Banda, Pintura facial, Planeta Pipoca Gourmet e PokoChurros

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados