Série B

Chance para subir na tabela

Brasil recebe o Figueirense em duelo válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro

17 de Outubro de 2020 - 11h56 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esporte@diariopopular.com.br 

Matheus Nogueira será o substituto de Rafael Martins. (Foto: Carlos Insaurriaga/GEB)

Matheus Nogueira será o substituto de Rafael Martins. (Foto: Carlos Insaurriaga/GEB)

Depois das derrotas para Chapecoense e Avaí, o Brasil se reabilitou na Série B com uma boa vitória por 2 a 1 sobre o Juventude, na rodada passada, em Caxias do Sul. Para consolidar a reação no Campeonato Brasileiro, o Xavante entra em campo neste sábado (17), quando recebe o Figueirense, a partir das 18h30min, no estádio Bento Freitas.

Os três pontos conquistados na Serra Gaúcha deixaram o clube na 14ª posição com 18 pontos. Caso vença o confronto válido pela 16ª rodada, o time rubro-negro pode, dependendo de resultados paralelos, subir até o 9º lugar na classificação. Para tanto, o Brasil precisa voltar a vencer dentro de casa. A última vitória na Baixada foi no dia 5 de setembro, quando bateu o Náutico por 2 a 1. Depois disso, a equipe empatou com o Paraná e perdeu para a Chapecoense.

O técnico Hemerson Maria não contará com Rafael Martins, Sousa e Matheus Oliveira, todos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Destes, dois têm substitutos definidos. Matheus Nogueira será o titular no gol, enquanto o meia Gegê voltará a vestir a camisa 10. A dúvida está na primeira função do meio campo. Utilizado em quase todas as partidas, Wellington Simião surge como principal alternativa. Além dele, o treinador tem à disposição Leandro Leite e o recém-chegado Pablo.

“A gente trabalha todos os dias na intenção de jogar. Nessas ocasiões a gente tem que esquecer um pouco essa questão, focar na equipe adversária, focar nos nossos objetivos e enfrentar, como já enfrentei em outras ocasiões, em outras situações muito semelhantes, e consegui ajudar a equipe. Então meu foco maior é ficar bem concentrado, bem preparado para fazer o melhor dentro de campo. Tenho certeza que a gente vai passar por cima de todas essas situações”, analisou o goleiro Matheus Nogueira.

Adversário desmantelado
O Figueirense chega a Pelotas com uma escalação totalmente alternativa. Atingido por um surto da Covid-19 nos últimos dias, o clube catarinense tem apenas 18 jogadores disponíveis para a partida (o número mínimo exigido pela CBF é 13 atletas). A lista de desfalques ganhou mais quatro atletas na manhã desta sexta-feira (16).

Agora, o total de infectados no Furacão é de 14 jogadores (Rodolfo Castro, Vitor Caetano, Diego Gonçalves, Heryck, Alemão, Paulo Ricardo, Matheus Neris, Marquinho, Dudu, Everton Galdino, Arouca, Davi Kuhn, Gabriel Barbosa e Jhonatan Silva). O técnico Elano, os auxiliares Ivan Saraiva e José Sérgio Júnior, e o preparador físico Luiz Fernando Bergamin, também testaram positivo para o novo coronavírus. Com isso, a equipe será comandada pelo auxiliar de preparação física, Rafael Rodrigues.

O clube tentou o adiamento da partida, mas a CBF negou o pedido. Por meio de um comunicado oficial, a direção do Figueirense não escondeu o descontentamento com a decisão. “Novamente, supostamente amparada em decisões anteriores, mas sem considerar o caso concreto, e ferindo de forma evidente o princípio da isonomia desportiva, a Confederação Brasileira de Futebol confirmou a realização da partida. O Figueirense Futebol Clube registra seu protesto e o inconformismo com a manutenção da data da partida, que obrigou o clube a organizar logística desumana em meio a uma crise sanitária sem precedentes no mundo”, diz um trecho do comunicado.

Ficha técnica:
Brasil - Matheus Nogueira; Felipe, Leandro Camilo, Heverton e Alex Ruan; Pablo (Simião), Bruno Mathias e Gegê; Jarro, Danilo Gomes e Luiz Henrique. Técnico: Hemerson Maria.
Figueirense - Sidão; Patrick, Pereira, Brunetti e Sanchez; Geovane, Elyeser e Guilherme; Bruno Michel, Alecsandro e Everton Santos. Técnico: Rafael Rodrigues (interino).
Árbitro: Adriano Carneiro.
Quando: às 18h30min deste sábado.
Local: estádio Bento Freitas.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados