Pandemia

CBF mantém partida entre Brasil e Figueirense

Clube catarinense terá 15 atletas à disposição para o confronto deste sábado no Bento Freitas

16 de Outubro de 2020 - 16h01 Corrigir A + A -
Arouca testou positivo na última leva de testes no Orlando Scarpelli (Foto: Patrick Floriani - Figueirense FC)

Arouca testou positivo na última leva de testes no Orlando Scarpelli (Foto: Patrick Floriani - Figueirense FC)

O Figueirense tentou nesta sexta-feira (16) apelar à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por um adiamento da partida diante do Brasil, marcada para este sábado, no Bento Freitas. Pediu, mas não levou. Apesar de o clube divulgar um quadro com novas infecções por Covid-19, a entidade garantiu que a partida será realizada.

Em nota, divulgada nesta tarde, o Figueira comunicou ao torcedor que "diligenciou junto à CBF" o adiamento do confronto, fundamentado "no crescimento exponencial de infecções por coronavírus que atinge atletas, comissão técnica, colaboradores e dirigentes". De acordo com o clube, por óbvio, o surto limita o número de atletas disponíveis para o jogo deste sábado - apenas 15, sendo dois goleiros. A entidade máxima do futebol brasileiro, no entanto, entende que o adiamento do jogo só seria possível se o time tivesse apenas 13 atletas à disposição.

Ainda na nota, o clube diz que a CBF "fere de forma evidente o princípio da isonomia desportiva" ao confirmar o jogo. "O Figueirense registra seu protesto e o inconformismo com a manutenção da data da partida, que obrigou o clube a organizar logística desumana em meio a uma crise sanitária sem precedentes no mundo", aponta o texto publicado no site oficial dos catarinenses.

Novos casos

Desde o início da pandemia, o Figueira já registrou 31 casos de Covid-19 entre atletas, comissão técnica, funcionários e colaboradores. Atualmente, 15 jogadores estão fora da partida diante do Xavante em função da doença. O técnico Elano também está em isolamento.

Nesta sexta-feira foram confirmados mais quatro casos no Orlando Scarpelli: o volante Arouca, o meia Davi Kuhn, o zagueiro Jhonatan e o atacante Gabriel Barbosa apresentaram resultado positivo para o coronavírus na última testagem. Todos foram encaminhados ao isolamento e estão sendo monitorados pelo Departamento Médico, informou o clube.

O Figueirense não vence há três rodadas. Na última, foi goleado pelo Sampaio Corrêa no Maranhão. O time de Florianópolis ocupa a 18ª posição na tabela de classificação, com 14 pontos conquistados.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados