Série B

Brasil tem semana cheia para treinar

Mais próximo do Z-4, Xavante precisa reencontrar a vitória para não entrar em ciclo de pressão

26 de Outubro de 2020 - 09h17 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Maria terá tempo para evoluir a equipe. (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Maria terá tempo para evoluir a equipe. (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Ainda não há pressão sobre a comissão técnica do Brasil. Após o empate contra o CSA, a direção do Xavante seguiu a rotina normal de avaliações que faz diariamente. A um ponto do Figueirense, 17° colocado na Série B do Campeonato Brasileiro, o time rubro-negro liga um sinal de alerta para as próximas rodadas.

Na quarta-feira (28) o Xavante viaja até Salvador para enfrentar o Vitória às 19h15min da sexta-feira (28) pelo encerramento do primeiro turno. O Brasil ainda terá o Sampaio Corrêa, dia 3 de novembro, no Bento Freitas, em partida atrasada da 5ª rodada. Até o jogo com os baianos, o técnico Hemerson Maria terá um raro momento de semana inteira para trabalhar.

O treinador buscará evoluir o time em termos ofensivos - apesar de nas última cinco rodadas o Brasil ter feito cinco gols e ter passado de uma média de 6,9 chutes por jogo para 10 finalizações por jogo - mas principalmente resgatar a segurança defensiva. Nos últimos jogos o Brasil sofreu sete gols. Quase dobrando a média de 0,8 gols por jogo que possui durante toda a Série B.

Após o empate, o Rubro-negro treinou na manhã de sábado (24) e ganhou folga no domingo (25). O time se reapresenta nesta segunda-feira (26) e treinará durante toda a semana pela manhã mirando o Vitória na sexta-feira. O tempo servirá para recuperar alguns lesionados. Neste momento Gegê, Jarro, Simião, Pablo e Leandro Camilo são baixas. Para piorar, Maria não terá Sousa, Héverton e Rodrigo Ferreira. Sousa expulso e os outros dois por causa do terceiro cartão amarelo.

Caso Leandro Camilo não tenha condições de jogo, a dupla poderá ser formada por Nuno e Luis Felipe. Já na vaga de Sousa, caso Pablo ainda não esteja recuperado, Maria poderá utilizar Cazonatti que voltou a entrar em campo contra o CSA ou João Ananias. O capitão Leandro Leite perdeu espaço e não tem ficado nem no banco de reservas. Já a lateral direita terá Felipe Alburquerque.

Reforço
Outra alternativa para a defesa será Diego Ivo. O zagueiro de 31 anos assinará contrato na segunda-feira com o Brasil. Porém, dificilmente terá condições de jogo contra o Vitória. O defensor não atua desde agosto quando finalizou o Gauchão pelo Novo Hamburgo. O clube ainda busca um centroavante experiente no mercado.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados