Série B

Brasil perde para o lanterna

Derrota por 2 a 1 para o Oeste mantém o Xavante perto do Z-4

21 de Novembro de 2020 - 18h32 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esporte@diariopopular.com.br 

Xavante foi derrotado em Barueri. (Foto: Guilherme Drovas - Oeste FC)

Xavante foi derrotado em Barueri. (Foto: Guilherme Drovas - Oeste FC)

Com um primeiro tempo muito abaixo da média, o Brasil foi derrotado por 2 a 1 pelo lanterna Oeste, na noite deste sábado, na Arena Barueri. Assim, o Xavante segue com 26 pontos e ocupa o 14º lugar na Série B do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso é na terça-feira (24), quando recebe o CRB no estádio Bento Freitas.

O Xavante foi surpreendido logo aos cinco minutos. De Paula cobrou falta para a área, Alex Ruan tentou cortar e acabou marcando contra. O gol animou os donos da casa, que criaram algumas oportunidades para ampliar. Aos 9, Bruno Lopes pegou a sobra na grande área e finalizou para fora. Já aos 24, De Paula cobrou escanteio, Caio cabeceou e Rafael Martins fez grande defesa.

Aos 26 minutos, porém, veio o segundo gol. Sousa tentou um passe de calcanhar dentro da área do Oeste e deu início ao rápido contra-ataque. Caio deu uma cavadinha na saída de Rafael Martins e acertou o travessão. Mas Pedrinho apareceu livre e apenas completou para o gol vazio.

Segundo tempo
O Brasil melhorou na segunda etapa, mas só foi ameaçar o gol de Caíque França só aos 21 minutos. Após uma cobrança de falta, Matheus Oliveira arriscou de muito longe e obrigou o goleiro do Oeste a fazer uma grande defesa.

Em busca do empate, Cláudio Tencati promoveu as entradas de Rodrigo Ferreira, Wellington Simião e Luiz Henrique, nos lugares de Felipe, Bruno Mathias e Jarro. O Xavante passou a ocupar mais o campo adversário, mas encontrava dificuldade para entrar na área. Já aos 32 minutos, Bruno José fez grande jogada individual e chutou por cima do gol.

Foi em uma jogada de contra-ataque que o Brasil chegou ao gol. Rodrigo Ferreira roubou a bola e achou Wellington Simião no meio. Ele fez um ótimo lançamento para Matheus Oliveira, que cruzou na medida para Dellatorre marcar aos 39 minutos. Já no desespero, Cláudio Tencati fez a última troca: o centroavante Wesley no lugar de Matheus Oliveira. O Rubro-negro se atirou para o ataque, mas quem quase marcou foi o Oeste. Pedrinho recebeu na entrada da área e finalizou na trave.

 Aos 45 minutos o Oeste foi fazer a última substituição. Pedrinho demorou para sair e deu início a uma confusão entre os jogadores. No meio do bolo, Sousa deu uma cusparada em Yuri e acabou expulso pelo árbitro Felipe Paludo.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados