Jogos Olímpicos

Brasil garante três vagas no Pré-Olímpico de Saltos Ornamentais

Copa do Mundo da modalidade prossegue até quarta-feira

03 de Maio de 2021 - 13h13 Corrigir A + A -

Agência Brasil

Luana Lira garantiu vaga no trampolim de 3 metros. (Foto: Satiro Sodré - SSPress)

Luana Lira garantiu vaga no trampolim de 3 metros. (Foto: Satiro Sodré - SSPress)

A semana começou ótima para os atletas Isaac Souza, Kawan Pereira e Luana Lira que asseguraram presença nos Jogos de Tóquio. O trio se classificou nesta segunda-feira (3) na Copa do Mundos de Saltos Ornamentais, evento Pré-Olímpico, que ocorre na capital japonesa desde a última sexta (30). Agora o país já soma 212 vagas confirmadas para os Jogos. A competição prossegue até quarta-feira (5), com transmissão ao vivo no canal da Fina (Federação Internacional de Natação) no Youtube.

A primeira a carimbar o passaporte rumo a Tóquio foi Luana Lira na prova de trampolim de 3 metros. A atleta chegou à semifinal e encerrou a participação em 18º lugar - os 18 primeiros colocados asseguravam a classificação a Tóquio. Outra brasileira que disputou a prova no trampolim foi Anna Lucia dos Santos, que parou nas eliminatórias, na 42ª posição.

“Estou classificada para os Jogos Olímpicos. É uma felicidade enorme. Não tenho nem palavras o quão grandioso é isso. Quero agradecer a todos que estão torcendo por mim tanto aqui, quanto no Brasil. Não acreditava tanto nessa vaga, mas hoje cheguei à piscina confiante. Estou muito feliz”, comemorou Luana Lira, em depoimento ao site da Confederação Brasileiras de Desportos Aquáticos (CBDA).

Os outros dois classificados foram na plataforma: Kawan Pereira e Isaac Souza concluíram a fase eliminatória no quarto e oitavo lugares, respectivamente. Nas semifinais, Kawan avançou à final que ocorrerá amanhã (4) e Isaac ficou terminou em 18º lugar.  “A gente vem treinando para isso. Confesso que estava um pouco nervoso, mas mantive minha cabeça no lugar e consegui desempenhar aquilo que fiz no treino. Ainda não estou acreditando que estou classificado para os Jogos Olímpicos. É uma alegria imensa”, disse Kawan, emocionado.

Quem também comemorou muito foi Isaac, bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru), em 2019. “Sei que posso melhorar um pouco, mas, mesmo assim, consegui minha vaga olímpica o que é motivo de muita alegria e felicidade. Daqui dois meses, estarei de volta à essa piscina onde espero ser bem feliz. Estou muito feliz. Sou muito grato a Deus e a todos que estão me ajudando neste sonho”, completou Isaac.

Para assegurar vaga olímpica, os brasileiros precisam ficar entre os 18 primeiros colocados na disputa individual e, na sincronizada, estar nas três primeiras posições ao final da competição.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados