Futebol

Brasil estreia empatando em 0 a 0 contra o Aimoré

Xavante dominou a maior parte do jogo, mas não teve competência nas finalizações

26 de Janeiro de 2022 - 23h25 Corrigir A + A -

Por: Fernando Rascado
esporte@diariopopular.com.br

Brasil criou boas chances na etapa final, mas o placar ficou mesmo em 0 a 0 (Foto: Volmer Perez - GEB)

Brasil criou boas chances na etapa final, mas o placar ficou mesmo em 0 a 0 (Foto: Volmer Perez - GEB)

O Brasil estreou no Campeonato Gaúcho empatando em 0 a 0 com o Aimoré, nesta quarta-feira (26), no estádio Cristo Rei, em São Leopoldo. O técnico Jerson Testoni escalou o time que ele considera ideal no momento, com o retorno de Henrique Ávila e Juliano e a manutenção de Gabriel Araújo no time titular com Bruno Paulo no banco.

O Xavante teve o domínio do jogo na maior parte do tempo, porém a equipe sofreu na criação das jogadas e na falta de pontuaria. O Índio Capilé só levou perigo nos contra-ataques. Na próxima rodada, o Rubro-Negro receberá o Grêmio, no sábado, às 16h30min, no Bento Freitas. Já o time de São Leopoldo enfrentará o Guarany, em Bagé, no domingo, às 16h.

O jogo

A partida iniciou muito equilibrada, com as duas equipes com dificuldade de chegar com perigo no gol adversário e intensa marcação. 

O Xavante cresceu no jogo a partir da metade final dos primeiros 45 minutos. O Rubro-Negro chegou com perigo aos 24 minutos. Em cobrança de escanteio, a bola sobrou para Joanderson, que finalizou em cima da zaga. Aos 28, Marllon arriscou de longe e o goleiro Fabian Volpi quase levou um frango, mas se recuperou a tempo. Aos 34, Marcelinho tentou de muito longe a bola saiu por cima. 

O time da casa só conseguiu levar perigo aos 39 minutos. Lucas Silva ajeitou para Sassá, que finalizou e Marcelo fez a defesa.

Segundo tempo

O Brasil voltou melhor do intervalo. Logo aos três minutos, em cobrança de falta, Marllon cobrou direto para o gol e Fabian Volpi espalmou para escanteio.

O time da casa respondeu logo em seguida. Aos oito, Wagner passou para Lucas Silva, o centroavante encontrou Marco Antônio. O meia saiu na cara do goleiro Marcelo, mas a finalização passou na frente do gol e saiu para fora.

Aos 32 minutos o Xavante desperdiçou uma grande oportunidade. Bruno Paulo fez ótima jogada individual e deixou Luizinho livre, na cara do gol, mas o atacante chutou por cima, perdendo uma excelente chance de abrir o placar.

No minuto seguinte, Bruno Paulo, de ótima atuação, arriscou de fora da área e a bola passou perto. Aos 44, Luizinho passou por três, invadiu a área, mas adiantou demais e a bola ficou com  o goleiro.

Ficha técnica

Aimoré (0): Fabian Volpi; Bruno Ferreira (Leandro), Jean, Natã e Lucas Sampaio; Paulinho Dias (Carlos Alberto), Wellington Reis e Marco Antônio (Luis Soares); Sassá (Vinícius Baiano), Wagner (Marcelinho) e Lucas Silva. Técnico: Rafael Lacerda.

Brasil (0): Marcelo; Marcelinho, Fernando, Helerson e Henrique Ávila; Juliano, Karl (Luiz Meneses), Gabriel Araújo e Marllon (Luizinho); Joanderson (Bruno Paulo) e Thiago Santos (Paulo Victor). Técnico: Jerson Testoni.

Cartões amarelos: Joanderson (B), Fernando (B), Luiz Meneses (B), Lucas Sampaio (A), Luizinho (B)

Arbitragem: Jonathan Pinheiro.

Local: Cristo Rei.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados