No apito

Arbitragem brasileira terá sete representantes na Copa do Mundo

Com dois árbitros principais e cinco assistentes, equipe foi escolhida pela Fifa para atuar no Mundial, entre novembro e dezembro

19 de Maio de 2022 - 17h09 Corrigir A + A -
Wilton Pereira Sampaio será um dos dois árbitros de campo no Catar (Foto: Thiago Ribeiro - AGIF - DVG CBF)

Wilton Pereira Sampaio será um dos dois árbitros de campo no Catar (Foto: Thiago Ribeiro - AGIF - DVG CBF)

Raphael Claus será o outro árbitro de campo do Brasil no Catar (Foto: Thiago Ribeiro - AGIF - DVG CBF)

Raphael Claus será o outro árbitro de campo do Brasil no Catar (Foto: Thiago Ribeiro - AGIF - DVG CBF)

A arbitragem brasileira terá sete representantes na Copa do Mundo 2022. Nesta quinta-feira (19), a Fifa divulgou a lista com os 129 profissionais escalados para atuar no Mundial do Catar, e sete são brasileiros.

Entre eles estão dois árbitros principais, Raphael Claus e Wilton Pereira Sampaio, e cinco assistentes: Bruno Pires, Bruno Boschilia, Danilo Manis, Neuza Inês Back e Rodrigo Figueiredo. Recorde histórico da arbitragem brasileira numa Copa, as sete indicações também fazem do Brasil, ao lado da Argentina, o país com o maior número de representantes no torneio.

"A CBF está muito orgulhosa de ter um número recorde de representantes da arbitragem na próxima Copa. Parabenizo aos árbitros escolhidos e desde já desejo sucesso a eles, que representam o futebol brasileiro com excelência. Também cumprimento todo o quadro nacional de arbitragem e a Comissão, pois esse é um trabalho conjunto de contínuo aprimoramento técnico, físico e psicológico", destacou o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

Primeira Copa com mulheres na arbitragem

Seguindo o pioneirismo da arbitragem brasileira no cenário internacional, a assistente Neuza Inês Back fará parte de um momento histórico para o futebol mundial. Pela primeira vez, a Copa do Mundo de futebol masculino terá mulheres no comando das partidas. Ao todo, três árbitras e três assistentes foram escolhidas pela Fifa. Neuza foi uma delas.

Os profissionais participarão de seminários de preparação para a Copa do Mundo, analisando vídeos e participando de aulas práticas para padronizar a atuação de tantos árbitros de origem diferente no Mundial.

Arbitragem brasileira na Copa do Mundo

  • Bruno Pires (árbitro assistente)
  • Bruno Boschilia (árbitro assistente)
  • Danilo Manis (árbitro assistente)
  • Neuza Inês Back (árbitra assistente)
  • Raphael Claus (árbitro)
  • Rodrigo Figueiredo (árbitro assistente)
  • Wilton Pereira Sampaio (árbitro)

Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados