Copa Seu Verardi

Apenas uma dúvida

Com mau tempo prejudicando os treinamentos, Pablo e Jô brigam pela última vaga para a partida contra o Cruz Alta no domingo

18 de Outubro de 2019 - 11h19 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Picoli tem apelado para os vídeos para conseguir passar suas ideias aos jogadores (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Picoli tem apelado para os vídeos para conseguir passar suas ideias aos jogadores (Foto: Carlos Queiroz - DP)

O técnico Picoli não está conseguindo levar para o campo as ideias que pretende implementar no Pelotas. Com o mau tempo, o Lobo não teve como treinar no gramado da Boca do Lobo na semana de estreia das oitavas de final da Copa Seu Verardi contra o Cruz Alta. A saída do treinador foi utilizar vídeos e realizar atividades em ginásios com grama sintética. A partir desta sexta-feira (17) que o comandante áureo-cerúleo pretende definir a estratégia para o confronto de domingo, às 15h no Estádio Leão da Serra.

"Durante essa semana não conseguimos ir no campo. Também existem outras formas de trabalhar e utilizamos parte de vídeo bem interessante ontem. Buscamos um educativo pelo que ocorreu no primeiro tempo. É importante buscar aplicar as ideias. Validar no jogo, independentemente do adversário", afirmou Picoli.

Pela coletiva concedida ontem pela manhã, na sala de imprensa da Boca do Lobo, Picoli tem apenas uma dúvida no ataque. Jô e Pablo brigam por uma vaga. O primeiro acabou preservado da partida contra o União Harmonia e retornaria de forma natural ao time, porém o segundo teve um desempenho que agradou bastante o técnico áureo-cerúleo. A escolha ficará então pela estratégia de quem escolher colocar em campo.

"Na situação do Jô entra estratégia. Tenho a possibilidade de ter um cara experiente que conheço bem e me conhece bem, e a possibilidade de usar o Pablo dentro de uma outra situação no jogo, pois o Pablo entendeu muito bem a ideia. Eles são os argumentos que tenho para o jogo. O Pablo me dá a alternativa de explorar uma estratégia diferente em cima do comportamento do adversário. Daqui a pouco vou para lá bem estruturado, com uma situação de jogo sem a bola, e o Jô consegue ler bem isso. Tem a saída. Pablo me dando umas condições diferentes. A gente tem alguns cuidados em cima do encaixe de características, não ficar refém de um ou outro jogador", avaliou .

Os argumentos, como chamou o técnico, de cada atleta referem-se às características um pouco diferente de ambos. Enquanto Jô é um ponta mais aplicado em termos táticos e um legítimo ponta que faz o vai e vem no lado do campo, Pablo mostra-se um atacante mais móvel e menos rígido à tática. O segundo apresenta uma mobilidade maior, como foi na partida contra o União Harmonia, caindo também para o meio e criando superioridade no setor da bola. Jô tem na arrancada pelo corredor a principal arma e encaixa-se bem no contra-ataque.

Como a qualidade do Cruz Alta é baixa, os atletas jogam de graça apenas pela vitrine da competição e o técnico Rodrigo Testa divide o tempo entre mais dois empregos, a tendência é que o Pelotas domine as ações ofensivas e tenha um cenário parecido ao da partida contra o União. A ideia de Picoli é decidir o confronto na primeira partida. "Mata-mata tem uma importância absurda no primeiro jogo. Todas as vezes que não respeitei o primeiro jogo eu tive dificuldades no segundo", disse.

Machucados
Tatto está recuperado de um desconforto, mas ainda não deve voltar à equipe. O jogador foi poupado da partida contra o União. Picoli afirmou que deverá manter a mesma defesa, apesar de Tatto e o zagueiro Felipe Chaves terem condições de jogo. Os desfalques confirmados são Jean Roberto, Vinícius Machado e Guilherme Borges. Os dois primeiros na fase final de recuperação da lesão muscular e o lateral direito com uma pubalgia.

Gabriel Soares, segundo volante recém-contratado, entrou no BID e também tem condições legais de jogo. Porém, como não atua há 20 dias, não deverá ser relacionado.

 

 

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados