Entrevista

Ao DP, Rafael Castro fala das mudanças após a chegada de Thiago Gomes ao Brasil

Conhecido do treinador por terem trabalhado juntos na base do Corinthians, defensor voltou a ganhar espaço nos últimos jogos da Série C

29 de Junho de 2022 - 09h15 Corrigir A + A -
Rafael ainda não recebeu cartões nesta edição da Série C. E possui outros números de destaque, como o índice de 85% de aproveitamento nos passes totais (Foto: Volmer Perez - GEB)

Rafael ainda não recebeu cartões nesta edição da Série C. E possui outros números de destaque, como o índice de 85% de aproveitamento nos passes totais (Foto: Volmer Perez - GEB)

Rafael Castro definitivamente recuperou espaço no elenco do Brasil. Após sequer entrar em campo ao longo dos primeiros seis jogos da Série C, o defensor foi titular nas seis partidas mais recentes. Atuou ao lado de outros dois zagueiros e até desempenhou a função de lateral-direito diante do Ypiranga, na estreia de Thiago Gomes. E a chegada do novo treinador, que já o conhecia, foi a principal pauta da conversa do jogador com o Diário Popular, nesta terça (28).

Os dois trabalharam juntos na base do Corinthians, onde Rafael finalizou a formação. Gomes, à época, era auxiliar técnico de Osmar Loss. Em 2014, conquistaram juntos o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior, por exemplo. Uma experiência prévia considerada muito importante pelo zagueiro para o crescimento que o mantém na equipe ao lado de Gilberto Alemão.

"Desde a chegada, o Thiago tem me passado muita confiança para poder desempenhar o meu melhor dentro de campo. Como ele já me conhece do tempo que trabalhei com ele no Corinthians, isso tem elevado o nível de concentração e melhorando minha performance a cada jogo", avalia o atleta.

Novas exigências táticas

Rafael ainda não recebeu cartões nesta edição da Série C. E possui outros números de destaque, como o índice de 85% de aproveitamento nos passes totais. Ao considerar apenas passes para a frente, a estatística segue positiva: 70%. Ganhou mais de 60% dos duelos e cometeu só sete faltas. Também conseguiu 35 interceptações e 62 recuperações.

Metade dos jogos do defensor na competição nacional foi já sob comando do novo treinador. "Ele cobra muita intensidade, tanto ofensivamente quanto defensivamente. Tem exigido muita movimentação e preenchimento de área e isso tem elevado nossa concentração, nossas criações de jogadas e feito que o nosso futebol se sobressaia nos duelos disputados individualmente", diz Castro ao DP.

Próximo jogo

O Rubro-Negro somou quatro pontos nas últimas duas partidas. Mais perto de deixar o Z-4, o time terá uma nova pedreira pela frente. No domingo (3), às 11h, o Brasil recebe o Botafogo-PB, quarto colocado da Série C - aliás, o Belo vai estrear o técnico Itamar Schülle, que quase veio para o Bento Freitas substituir Jerson Testoni.

"Sabemos da evolução e da crescente que estamos tendo. Jogando a favor da nossa torcida com a casa cheia, vamos entrar concentrados e competindo, como nos últimos jogos, para termos condições de fazer uma grande partida aqui na Baixada e sair com a vitória", complementa Rafael.

Ingressos mais baratos

A direção xavante reduziu o valor dos ingressos para o jogo da manhã de domingo. Não sócios pagam R$ 20 (R$ 10 a meia), e o acompanhante de sócio apenas R$ 10. A Central de Sócios abre de segunda a sexta das 9h às 18h, e sábado das 9h às 12h.

Dia do Orgulho LGBTQIA+

Em lembrança ao Dia do Orgulho LGBTQIA+, o Brasil trocou as fotos de perfil das redes sociais, colocando como fundo o tradicional arco-íris.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados