Futebol

Antônio Picoli é apresentado na Boca do Lobo

Em sua segunda passagem pelo Pelotas, treinador de 49 anos terá a missão de comandar o clube na Divisão de Acesso de 2022

27 de Janeiro de 2022 - 22h55 Corrigir A + A -

Por: Fernando Rascado
esporte@diariopopular.com.br

Técnico deu coletiva nesta quinta-feira para marcar sua apresentação (Foto: Aline Klug - ECP)

Técnico deu coletiva nesta quinta-feira para marcar sua apresentação (Foto: Aline Klug - ECP)

No dia 29 de dezembro, o Esporte Clube Pelotas confirmou a contratação do técnico Antônio Picoli para a temporada 2022. Nesta quinta-feira (27), o profissional foi apresentado no estádio da Boca do Lobo, ao lado do diretor de futebol Gabriel Ribeiro e do vice-presidente Luciano Alves.

Picoli irá para a sua segunda passagem na Avenida. Ele trabalhou no Lobão entre o fim de 2019 e o começo de 2020, quando finalizou a campanha da conquista da Copa Seu Verardi, garantiu a taça da Recopa Gaúcha e iniciou a trajetória no Gauchão, com maus resultados. Em seguida, ele assumiu o São Luiz para a Série D do Brasileirão. Antes, havia dirigido times como Juventude, Caxias, Ferroviária-SP, Operário-PR, Maringá-PR e Capivariano-SP.

Sobre o acerto com o clube, Picoli afirmou que tratou diretamente com o presidente Gilmar Schneider e que esse foi um dos motivos por ter aceitado o desafio. "O acerto foi objetivo, o presidente Gilmar que conduziu e apresentou o projeto. Naturalmente surgiu a ideia de comprar essa missão e aceitar esse desafio. É importante salientar que quando me fizeram o convite não estava nos meus planos retornar ao trabalho por uma questão de ordem pessoal, mas se tratando de um convite do presidente relacionado com Pelotas, um clube que dispensa eu ficar falando que tenho uma ótima relação, a gente repensou a ideia."

Já projetando a disputa da Segundona, o técnico áureo-cerúleo quer buscar jogadores que possuem algumas características da competição e também estejam preparados para jogar em um clube que tem a obrigação de subir. "É importante observar o perfil e característica especifica da competição. O trabalho já foi iniciado pelo departamento de futebol e as ideias são parecidas com as minhas. Também é importante observar o perfil do próprio clube, porque se a gente entender onde a gente está, fica mais fácil entender que tipo de competição estamos disputando. Tem também algumas características da própria Divisão de Acesso como o jogo mais aguerrido, não desistir nunca da jogada, uma disputa mais acentuada. Eu vejo que um diferencial será a capacidade de suportar a pressão que é jogar no Pelotas, o clube já entra com a responsabilidade de subir. Esse talvez seja o grande detalhe no perfil de procurar os atletas para formar o elenco."

Quase dois anos depois de sua saída do clube, após uma derrota por 2 a 1 para o Ypiranga, em Erechim, Picoli afirmou na entrevista que hoje é uma pessoa diferente, mais preparada para a missão de levar o Lobão de volta a primeira divisão. "Eu respondi para mim mesmo quando aceitei o convite. Não poderia ser a mesma pessoa. O grau de exigência é muito alto, ele vem com uma responsabilidade grande por aquilo que foi feito no passado e que serviu para me trazer de volta, mas não vai me sustentar no trabalho de agora, então o Picoli de hoje vem de ordem mental e pessoal bem mais estruturado. Agora estou mais calejado e com uma responsabilidade ainda maior".

A pré-temporada do Lobo deve começar, de fato, por volta de 1º de março, cerca de 40 dias antes do início da Segundona, que será em 10 de abril. Doze jogadores já foram contratados e posteriormente vinculados a outros clubes que estão disputando divisões de elite de campeonatos estaduais. A partir de agora, com técnico apresentado, a formação do elenco continuará.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados