Futebol

Aleixo fica na presidência do Pelotas

Presidente assume a função pela quarta vez consecutiva; ninguém mais se candidatou ao cargo

19 de Outubro de 2009 - 20h19 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Os pedidos do presidente do Pelotas, Luís Antônio de Melo Aleixo, para que um diferente nome se candidatasse para o cargo para a temporada de 2010 foram em vão. Como até a reunião desta segunda-feira (19) à noite com o Conselho Deliberativo ninguém se pronunciou, ele aceitou o pedido de reassumir a função pela quarta vez consecutiva. Na ocasião, Alcir Nunes e Roberto Larossa foram nomeados vice-presidentes.

A decisão da permanência de Aleixo foi unânime entre os membros do Conselho. Cabia apenas ao presidente, que desde o início declarou a vontade de deixar o cargo, aceitar a permanência. Como não houve nenhum outro candidato, após a reunião na Boca do Lobo, que durou pouco mais de uma hora, Aleixo declarou que não deixaria o Pelotas na mão e assumiria o clube por mais um ano.

“Eu não mudei o que penso, mas não me achei no direito de prejudicar o Pelotas. Eu queria que surgissem novos nomes e que houvesse esta alternância”, disse Aleixo logo após reassumir o clube. O presidente também mencionou acreditar em um certo “comodismo” por parte de alguns dirigentes que não quiseram assumir a responsabilidade.

Por estar em uma nova fase - em que o Pelotas voltou à Primeira Divisão do Campeonato Gaúcho - Aleixo afirma que haverão mudanças em sua nova gestão, principalmente no que se refere ao setor administrativo. Porém, ele não especifica quais serão as alterações.

Aleixo assumiu a presidência do Pelotas pela primeira vez no segundo semestre de 1978. Após deu continuidade em 1979 e voltou a assumir a função em 1983 e 1984. Depois retornou em 1997 e 1998 e desde 2007 não deixou mais o cargo. Esta é a 10ª vez que ele assume o Lobão.
 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados