Novidades

Acesso ao Bento Freitas será automatizado

Sistema integrado vai garantir ao Brasil a capacidade de identificar os torcedores presentes no estádio

12 de Janeiro de 2022 - 19h31 Corrigir A + A -
Ao optar por um setor do estádio, torcedor não poderá se deslocar a outro durante o jogo (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Ao optar por um setor do estádio, torcedor não poderá se deslocar a outro durante o jogo (Foto: Carlos Queiroz - DP)

O lançamento da nova campanha de sócios do Grêmio Esportivo Brasil, que aconteceu na última segunda-feira (10), também está vinculado a mudanças na forma de acesso do torcedor ao Bento Freitas. A partir dos primeiros jogos desta temporada, o sistema de controle de entrada ao estádio será 100% automatizado, operando com base em bancos de dados integrados para agilizar processos.

A modernização é fruto de parceria com a empresa Corz. As informações referentes ao quadro social serão vinculadas ao sistema que controlará o acesso de pessoas à Baixada em dias de jogo. Os associados que não precisam informar previamente a presença nas partidas, incluídos nas modalidades “Raça, Amor e Paixão”, “Avante Esquadrão” e “Alô Xavante”, poderão apenas usar o QR Code que ficará disponível no futuro aplicativo ou digitar o próprio CPF.

O torcedor vai ter três maneiras. Ele vai poder pegar o ingresso, usar o QR Code ou usar o CPF na entrada. O sistema entende que o torcedor está naquela modalidade e que ele entrou no estádio”, explica Tiago Rezende, da Corz.

A situação do ingresso físico está somente entre uma das alternativas aos planos de sócios que não exigem aviso da ida ao Bento Freitas. Por outro lado, as modalidades mais básicas, “O Brasil de Todos” e “Gravado na História”, precisam retirar o bilhete na Central de Sócios.

Esse exemplar também terá um QR Code para ser lido no momento do acesso ao estádio. Porém, caso perca o tíquete, o torcedor incluído em uma das duas categorias citadas pode entrar no jogo usando o CPF - o sistema de acesso, vale lembrar, possui vínculo com o quadro social.

Setorização

Devido à necessidade de cumprir as demandas do Estatuto do Torcedor, da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros, o novo Bento Freitas não permitirá aos xavantes a tradicional “migração” durante os jogos. Se entrar pela Arquibancada Norte, por exemplo, o torcedor terá que continuar nela ao longo dos 90 minutos. O mesmo vale para os outros setores - Arquibancadas Sul e Leste, além do pavilhão social e da parte localizada abaixo dele.

A legislação obriga ainda a existência de catracas para aferimento da quantidade de pessoas que ingressaram no estádio. A qualquer momento, o chefe da Brigada Militar pode solicitar essa informação ao clube. Tiago explica que a Corz desenvolveu um sistema capaz de transmitir tais dados à BM em tempo real.

Caso o órgão aceite um funcionamento assim, a exigência da catraca seria eliminada. “Vai dar para saber quem é o torcedor, via CPF, a zona em que ele está e o lugar onde está sentado”, diz o gestor. Com relação à setorização, não será necessário informar antes do jogo a arquibancada desejada: basta escolher na hora de acessar a Baixada.

O novo aplicativo do clube, elaborado pela mesma empresa, deve ser lançado oficialmente no início de fevereiro.

Mais de mil sócios em 24 horas

Os primeiros momentos da nova campanha de sócios do Rubro-Negro, denominada “O Brasil de Todos”, foram considerados excelentes. O clube confirmou, na noite de terça-feira (11), que mais de mil novos torcedores aderiram ao quadro social xavante.

Segundo o presidente do Conselho Deliberativo, Evânio Tavares, a ideia é chegar aos dez mil associados ao longo de 2022.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados