Com brasileiro

Abu Dhabi sediará edição 2021 do Mundial de Clubes

Palmeiras e Flamengo lutam por vaga para a competição

21 de Outubro de 2021 - 12h09 Corrigir A + A -

Agência Brasil

 (Foto: Divulgação - DP)

(Foto: Divulgação - DP)

A Fifa anunciou nesta quarta-feira (20) que Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes, será o palco da edição 2021 do Mundial de Clubes. O torneio, que ainda não teve as datas de realização confirmadas, provavelmente será disputado em fevereiro de 2022.

O representante da América do Sul no Mundial será definido na final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo, no dia 27 de novembro, no estádio Centenário, em Montevidéu. Os times que defenderão a Ásia e o país-sede também não foram definidos, assim como a equipe da Concacaf, que envolve as Américas Central, do Norte e o Caribe.

O Chelsea, atual dono do título da Liga dos Campeões, representará a Europa. Já a Oceania terá o Auckland City, da Nova Zelândia. Pela África, o Al-Ahly, do Egito, vai ao Oriente Médio com esta tarefa.

Por conta da pandemia, o Japão desistiu de sediar o Mundial de Clubes. A prefeitura do Rio de Janeiro chegou a sondar a possibilidade de trazer o torneio para o Brasil, enquanto a África do Sul se candidatou formalmente, mas a Fifa optou mesmo pela proposta dos Emirados Árabes. O atual campeão do Mundial de clubes é o Bayern de Munique.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados