Copa Seu Verardi

A vez de Mateus Claus

Na Copinha, goleiro terá mais uma oportunidade de se firmar como dono da camisa 1 do Pelotas

13 de Agosto de 2019 - 11h18 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esporte@diariopopular.com.br 

Mateus Claus será titular na Copinha. (Foto: Tales Leal/ECP)

Mateus Claus será titular na Copinha. (Foto: Tales Leal/ECP)

Essa não será a primeira vez que Mateus Claus vestirá a camisa 1 do Esporte Clube Pelotas. Mas talvez seja a mais importante. Aos 25 anos, o goleiro inicia mais uma Copinha como titular e com expectativa de se firmar de vez no gol do Lobão.

Profissional desde 2015, Mateus vestiu a camisa áureo-cerúlea em 2016, mas sequer jogou. A primeira oportunidade real veio no ano seguinte quando, na ausência do titular Rafael Dal Ri, disputou quatro partidas durante a Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho. Depois de uma passagem pelo Marcílio Dias, de Santa Catarina, Claus retornou ao clube em 2018 e foi reserva de Giovani durante o Acesso.

A titularidade veio apenas na Copa Wianey Carlet. Foram 13 jogos, com sete vitórias, três empates e três derrotas - e apenas sete gols sofridos. Já em 2019, o Pelotas apostou em Airton para o Campeonato Gaúcho e Mateus Claus voltou para o banco de reservas. Mais maduro, o arqueiro celebra outra oportunidade de mostrar o seu trabalho no gol áureo-cerúleo.

"Os atletas da linha têm mais chances de entrar, um atleta pode fazer duas ou três funções. Mas o goleiro não, ele treina para aquilo. Ele luta diariamente para ter uma oportunidade, então quando ela aparece a gente tem que estar preparado para jogar. Estou pronto, apesar da pouca idade acredito que é o meu momento de jogar. Um clube que me recebeu bem desde o início. Fui bem quando tive oportunidade e construí algo legal dentro do clube. Me sinto muito bem aqui e quero aproveitar essa chance com unhas e dentes", analisou.

Favoritismo
O clube apostou em jogadores bem conhecidos do futebol gaúcho na formação do elenco. Ciente disso, Mateus sabe exatamente a responsabilidade que o grupo terá na Copa Seu Verardi. "É o preço de jogar no Pelotas, a gente sabe do peso da camisa, da história do clube. Tem outras equipes tradicionais na Copinha, tem Grêmio e Inter do outro lado que também são favoritos. Mas nós sabemos do grupo que temos, da ideia do clube e do objetivo. Então a gente tem essa noção e precisa alcançar esses objetivos neste ano", destacou.

Contudo, o goleiro sabe bem que o favoritismo precisa ser confirmado dentro das quatro linhas. Ele lembra bem do ano passado, quando o Lobo foi derrotado pelo Real de Capão da Canoa na Boca do Lobo e acabou eliminado no primeiro mata-mata. "O clube buscou atletas a dedo, montou uma equipe muito qualificada, muito forte. Todo mundo está ciente da responsabilidade que é jogar aqui. Vamos enfrentar adversários que talvez não sejam tão conhecidos, mas a gente teve um episódio no ano passado onde não fomos felizes e precisamos aprender com isso", finalizou.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados