Série B

A matemática do alívio

Com boa vantagem sobre rivais, Brasil pode confirmar amanhã a permanência na segunda divisão nacional

08 de Novembro de 2018 - 11h02 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esporte@diariopopular.com.br 

Rubro-negro pode evitar a queda nesta sexta-feira (9). (Foto: Jô Folha - DP)

Rubro-negro pode evitar a queda nesta sexta-feira (9). (Foto: Jô Folha - DP)

A goleada sobre o Vila Nova na terça-feira (6) deixou o Brasil virtualmente garantido na Série B do Campeonato Brasileiro do ano que vem. Matematicamente, porém, ainda faltam alguns detalhes para a permanência ser oficial. O alívio pode inclusive vir amanhã, quando o Xavante enfrenta o Boa Esporte, em Varginha.

Para confirmar a participação na Série B 2019 ainda nesta sexta-feira (9), basta vencer o já rebaixado Boa Esporte, no duelo válido pela 36ª rodada. Caso conquiste os três pontos no interior de Minas Gerais, o time rubro-negro chegaria aos 46 pontos e não poderia mais ser alcançado pelo Juventude (35). O Paysandu até poderá se igualar ao Brasil em pontos se vencer os últimos três jogos, mas não consegue alcançar o número de vitórias - 11 do time pelotense contra oito dos paraenses.

Se a equipe do técnico Rogério Zimmermann conquistar apenas um ponto em Varginha, a definição da permanência antecipada vai depender do Paysandu. Para isto acontecer, o Papão da Curuzu não pode vencer o Guarani, em jogo que ocorre no sábado (10), em Campinas.

O rubro-negro pode escapar até mesmo com derrota para o Boa Esporte, mas aí vai precisar de dois resultados paralelos: vitória do Guarani sobre o Paysandu e derrota ou empate do Juventude para a Ponte Preta (sexta-feira em Caxias do Sul).

Se não garantir a vaga na Série B do ano que vem na 36ª rodada, o Xavante vai ter mais duas oportunidades. A primeira no sábado (dia 17), contra o Guarani, no estádio Bento Freitas. E por fim no dia 24, também um sábado, diante do Goiás, em Goiânia, na última rodada da competição.

Sem Rafael Gava
Um dia após vencer o Vila Nova, o grupo rubro-negro já pegou a estrada mais uma vez. Ontem, a delegação partiu para Varginha, onde enfrenta o Boa Esporte na sexta-feira. A ausência na viagem foi o meia Rafael Gava, que sentiu um desconforto muscular na coxa e para por tempo indeterminado. Seu substituto será Welinton Júnior, o grande nome dos 5 a 0 sobre a equipe goiana.

Reta final
Brasil (43 pontos): Boa Esporte (fora), Guarani (casa) e Goiás (fora).
Paysandu (37 pontos): Guarani (fora), Figueirense (fora) e Atlético-GO (casa).
Juventude (35 pontos): Ponte Preta (casa), Fortaleza (fora) e CSA (casa).

O que o Brasil precisa para escapar na 36ª rodada?
Com vitória sobre o Boa Esporte: xavante escapa independentemente de outros resultados.
Com empate: escapa caso o Paysandu não vença o Guarani no sábado.
Com derrota: escapa se o Paysandu perder para o Guarani e o Juventude não vencer a Ponte Preta.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados