Balanço

Vendas para mães alcança melhor índice em dois anos

Lojas consideram o movimento satisfatório e restaurantes afirmam que procura foi maior que o esperado

10 de Maio de 2022 - 14h03 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

O sábado foi marcado pelo movimento intenso de consumidores na ida às compras (Foto: Carlos Queiroz - DP)

O sábado foi marcado pelo movimento intenso de consumidores na ida às compras (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Se nas lojas de Pelotas o movimento de clientes foi considerado satisfatório para a compra de presentes para o Dia das Mães, comemorado no domingo, nos restaurantes, a data teve número maior de frequentadores que o esperado, com longas filas de espera. Avaliação feita na tardedesta segunda (9)  mostra que os resultados podem ser considerados os melhores desde o começo da pandemia da Covid-19, há dois anos.

Levantamento feito pelo Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas) encontrou crescimento de vendas de 11,5% sobre a mesma data no ano passado. “Estamos muito satisfeitos”, resumiu o presidente Renzo Antonioli, justificado pelos índices muitos menores alcançados no restante do país - “alguns negativos”, disse o líder varejista.

O crescimento obtido vai melhorar o fluxo de caixa das lojas e quem não se abasteceu para a data, não acreditando em aumento das vendas, de acordo com Antonioli, precisará comprar produtos, principalmente para frio, já que a previsão é de baixas temperaturas para os próximos dias. Essa expectativa foi justamente a que mais movimentou o comércio nos dias que antecederam o Dia das Mães. Agasalhos foram os presentes preferidos, segundo os lojistas.

No Calçadão da rua Andrade Neves, o movimento da tarde de sábado era grande e a maioria dos consumidores carregava pacotes de compras. Nas lojas do Shopping Pelotas, a escolha de presentes também levou muitos clientes, principalmente as famílias, com a participação de mães e avós.

Segundo Antonioli, o Dia das Mães de 2022 confirmou a data como a segunda melhor do ano para o comércio varejista pelotense - “pelo menos, até agora”, diz. De acordo com a vendedora Michelle Araújo, botas e tênis para os dias mais frios foram os mais vendidos, com resultados próximos ao da pré-pandemia.

Alimentação em alta
Nos restaurantes, o fluxo de clientes no Dia das Mães foi grande, sendo considerado o maior desde o começo da pandemia, conta o presidente do Sindicato de Hotéis, Bares e Res taurantes de Pelotas, Eduardo Curi Hallal, com base em informações de associados.

As tele-entregas também são responsáveis por aumentar os resultados do setor, que podem chegar aos mesmos da pré-pandemia. Para a comerciante Rose de Deus, o volume de clientes na semana anterior à data foi muito bom e a quinta-feira pode ser comparado a um dia de movimento anterior ao da pandemia.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados