Comércio

Vendas no varejo têm maior alta dos últimos cinco anos

Com a inflação controlada, a política econômica bem encaminhada, os juros baixos, facilitando o crédito, e a política fiscal bem ajustada, este ano será melhor para o comércio varejista

15 de Fevereiro de 2019 - 17h02 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Expectativas. Negócios podem ter um crescimento de 5%, segundo projeções feitas em nível nacional. (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Expectativas. Negócios podem ter um crescimento de 5%, segundo projeções feitas em nível nacional. (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que as vendas do comércio varejista no país aumentaram 2,3% em 2018, naquela que é considerada a maior alta dos últimos cinco anos. Para o ano de 2019, a expectativa é de aumento de 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo a pesquisa Focus, realizada pelo Banco Central (Bacen).

“Uma vez que a economia reagiu de uma maneira um pouco mais positiva já neste início de ano, as expectativas econômicas estão bastante altas”, diz o coordenador do Escritório de Desenvolvimento Regional (EDR), economista Ezequiel Megiato. O EDR é vinculado à Universidade Católica de Pelotas (UCPel).

Com a inflação controlada, a política econômica bem encaminhada, os juros baixos, facilitando o crédito, e a política fiscal bem ajustada, este ano será melhor para o comércio varejista, como um todo, com um crescimento nas vendas de 5%, conforme as estimativas em nível nacional, explica o economista.

“Um outro fato interessante é o aumento do salário real. Como a inflação está baixa, o salário real aumenta”, diz Megiato. “Nós vamos ter um ano melhor em termos nacional e, por consequência, local”, prevê o economista. “A expectativa é positiva quanto do comércio, que é de de muita importância para a nossa cidade”, completa o também economista do EDR, Tiago Nunes.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados