Presente

Varejo projeta mais 2,5% nas vendas para os pais em Pelotas

Para o tíquete médio do presente para os pais, a projeção é de que alcance R$ 119,00

01 de Agosto de 2018 - 13h17 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Apelo. Nas lojas, a data promocional começa a ganhar espaço maior de divulgação. (Foto: Gabriel Huth - DP)

Apelo. Nas lojas, a data promocional começa a ganhar espaço maior de divulgação. (Foto: Gabriel Huth - DP)

Faltando praticamente dez dias para o Dia dos Pais, comemorado neste ano no dia 12 de agosto, o movimento de compras de presentes para a data ainda não começou, segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas) de Pelotas, Gilmar Bazanella. Levantamento feito junto aos associados aponta uma expectativa de 2,5% de aumento nas vendas em relação à mesma data no ano passado. Para o tíquete médio do presente para os pais, a projeção é de que alcance R$ 119,00.

Na opinião dos lojistas pelotenses, deve haver uma reação positiva de vendas neste final de semana e no começo da próxima, com o pagamento dos salários para muitos consumidores. Outro fator que pode influenciar no aumento das vendas é o climático. “As temperaturas entre seis e 12 graus contribuem muito para as vendas”, explica Bazanella.

As confecções estão entre os presentes preferidos para o Dia dos Pais, conforme o levantamento da entidade. “Elas estão entre os presentes úteis”, destaca Bazanella. Além das confecções, estão entre os que devem merecer a preferência dos consumidores os aparelhos eletroeletrônicos, os calçados e os perfumes. Nesta época do ano, promoções para o Dia dos Pais costumam estimular a venda de confecções para a renovação do guarda-roupas masculino.

Outras estimativas
A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) gaúcha estima crescimento entre 4% e 6% nas vendas para o Dia dos Pais, na comparação com 2017.

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o aumento nos negócios deve ficar em 8%, na mesma comparação.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados