Seleção

Vagas para construção em atividades nos bairros

Mutirão levará a oportunidade para trabalhadores se candidatar aos posto de trabalho para os bairros de Pelotas

21 de Maio de 2022 - 17h12 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Mutirão com a presença de unidade móvel terá vagas oferecidas pelas construtoras (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Mutirão com a presença de unidade móvel terá vagas oferecidas pelas construtoras (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Desempregados interessados em trabalhar na construção civil têm nova oportunidade de se candidatar a uma das muitas vagas oferecidas pelas construtoras associadas ao Sindicato da Indústria da Coinstrução e Mobiliário (Sinduscon) de Pelotas, através de mutirão de quatro dias, com a presença de unidade móvel do Sistema Nacional de Emprego (Sine)/Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) em bairros da cidade.
A mutirão começará na segunda-feira e se estenderá até quarta, sempre das 9h às 16h (confira o cronograma por bairro). Na tarde de sexta-feira, a secretária do Sinduscon. Solange Bretanha, confirmou a atividade e pela manhã, o Sine divulgou a relação de vagas que são disponibilizadas junto à agência local diariamente. Nela, há diversas oportunidades de empregos na construção, incluindo algumas de maior qualificação. A expectativa do Sine é de oferecer pelo menos cem vagas no mutirão.

Cronograma do mutirão nos bairros:
Segunda-feira (23) - Areal, no Cras Dunas, na avenida Ulysses Silveira Guimarães, 1.509
Terça-feira - Porto, na praça do Fátima, na esquina das ruas Garibaldi e Tiradentes
Quarta-feira - Três Vendas, na Associação de Bairro Lindóia, ao lado do Posto de Saúde
Quinta-feira - Fragata, na avenida Duque de Caxias, 734-a, mas no canteiro central

Oferta de cursos gratuitos
Nas unidades móveis do mutirão, seguindo o mesmo cronograma, o Sinduscon, junto com a Escola do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), receberá as inscrições para dois cursos que ocorrerão em promoção junta. São cursos de qualificação para área da construção, voltados àqueles desempregados que buscam se inserir no mercado, explica Solange.

Os cursos são de eletricista predial para o turno da tarde e de pedreiro de alvenaria para o da manhã, com 30 vagas cada um. As vagas serão preenchidas pelos 30 primeiros que fizerem as inscrições, com a documentação entregue: cópia de CPF, Carteira de Identidade e comprovante de residência e autodeclaração conforme modelo disponível. É preciso ter o mínimo de 18 anos e estar desempregado, divulga a secretária.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados